Muito curto para a Champions

Sinceramente não esperava uma diferença tão grande de qualidade e de intensidade entre as duas equipas como a que se verificou na primeira meia hora. Nuno Espírito Santo tentou amenizar a coisa, dizendo que estivemos “discretos” nesse período, mas, na verdade, o que aconteceu foi um banho de bola dos italianos. Sejamos racionais: nesse período, a eliminatória podia ter-se decidido. O nosso meio-campo não segurava a bola e a Roma chegava à nossa grande área com facilidade.

Ainda antes da expulsão, começámos a soltar algumas amarras (psicológicas?), principalmente através de Otávio – o melhor -, que naquele lance individual pela esquerda apenas pecou pela decisão final (André André estava sozinho para ser servido na marca de penalti). Após o vermelho a Vermaelen, o jogo virou claramente e toda a segunda parte foi nossa.

Foi difícil ultrapassar o muro italiano, mas criámos situações suficientes para ganhar o jogo. Um ponta de lança no banco teria dado jeito para uma pressão final sobre os centrais (André Silva estava muito cansado). E depois, acho que Corona deveria ter entrado mais cedo porque era evidente que, a partir de muito cedo na segunda parte, precisávamos de dois extremos bem definidos.

Não soubemos, não conseguimos, não tivemos argumentos para ganhar o jogo e agora a coisa está muito complicada para a segunda mão. Até lá, vem o Rafa? É que pelo que vimos hoje, o plantel está muito curto para as exigências desta competição.

Anúncios

3 thoughts on “Muito curto para a Champions

  1. O FCP está ha 3 anos a comprar saldos, e na época passada isso foi por demais evidente.
    Podem trocar de treinador 10x que não adianta nada. Enquanto derem ouvidos aos agentes que dizem ter clientes do “bom e barato” não vão a lado nenhum.
    Estamos a imitar o benfas dos anos 90, só tretas que não valem nada, que nos momentos chave não dão conta do recado. Realmente só falta o pinto da costa fazer o que Vale e Azevedo fez, rasgar os contratos dos jogadores mais caros, e destruir o que resta da equipa.

    Gostar

  2. netshark, não diria que não valem nada. são jogadores que para consumo interno deviam chegar, se tivessem treinadores capazes (lopetegui não foi, resta saber se nuno será) de os potenciar. agora, para a champions, claro que não chega.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s