Agora sim, está tudo completo

Jumento

Olá, eu sou o Inuite.

Esta quarta iteração do Pobo do Norte já tinha quase tudo: polémica q.b., o pessoal amigo de volta, novos amigos, mas faltava ainda “qualquer coisa”. Ainda não tinha percebido o quê. Mas ontem, quando vi que tinha um comentário do lendário Inuite “fez-se luz”: faltavam os inergúmenos do costume!

Um blog como este é um ecossitema complexo e os Inuites deste mundo são os nossos babuínos, os nossos roedores, os nossos parasitas – são essenciais para o equilíbrio da coisa.

Sobre os comentários do dito senhor:

ddaasse chega a ser penoso ler-vos, só bolas no poste
mais a mais o puto Renato fez um jogão,encheu o campo, devia até ter jogado de início

Sobre ser penoso e, não obstante, andar por cá, ocorreram-me muitas piadas mas todas elas de recorte homofóbico… E como isto é um blog de gente decente, que respeita mesmo que não consuma, é melhor não ir por aí.

Sobre o Renato: disse e mantenho – o rapaz é um bom jogador, cheio de força, nervo e raça. Tecnicamente não é um cepo mas deixa (ainda?) muito a desejar. A sua inteligência posicional também e o critério com que tenta sair a jogar ou passa a bola também não é o melhor. Nestas condições, é particularmente hilariante ver nele, como já vi escrito, uma simbiose do Davids com o Seedorf – não, esperem, é verdade: a cor da pele é a mesma e o penteado tem algumas similitudes…

A questão da entrada ou não do Renato Sanches no 11 de Portugal é um bocadinho mais complicada do que os Inuites desta vida conseguem perceber. O problema é que dois dos escolhidos do Engenheiro estão positivamente nas lonas em termos físicos – especialmente o Moutinho mas também o André Gomes – e a insistência num e noutro tem dado tristes resultados. Já agora, o William também não tem estado brilhante e para quem tanto criticou a modorra do jogo inicial no Danilo é um bocadinho incoerente considerar como positivas as exibições dormentes do médio defensivo do SCP.

Muita mais do que o Renato, que considero estar bem no papel de suplente usado para dar capacidade de pressão e agressividade ao nosso meio-campo, gostaria de ver o Rafa, porventura, no lugar do João Mário, migrando este para a posição do André Gomes. Em função do que fizeram até agora, também prefiro o Cédric ao Vieirinha, o Ricardo Carvalho no banco e o José Fonte em campo, e manteria o Adrien a 8, no lugar do Moutinho. Ou seja, Patrício; Cédric, Pepe, Fonte e Raphael; Danilo, Adrien e João Mário; Nani, Rafa e Ronaldo.

Quanto a acertarmos muito ou pouco neste blog, lamento, mas o Inuite bateu na porta errada: isto não é o portal da astróloga Maya.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s