O "melhor futebol" empatou com o último

Já me indignei tantas vezes com a pressão badalhoca que a lagartagem faz em casa sobre os árbitros que já lhe perdi a conta. Esta é só mais uma. Naquele lance em que o defesa do Tondela tira a bola com a cabeça, todo o banco se atirou ao árbitro-assistente, inclusive Jesus, que agarrou o fiscal pelo braço. Vergonhoso.
No final, o treinador da chicla tem a lata de vir falar da arbitragem, dizendo, do alto da sua sapiência, que os árbitros não estão habituados ao tipo de abordagem que o Rui Patrício fez, por isso não percebem. Ele é que percebe, ele é que domina esta merda toda.
O presidentinho com voz de bagaço foi posto em sentido por um jornalista. Foi bonito de ver o puto sem saber o que dizer, a contradizer-se e a mentir com os dentes todos. E é tão doentio e desonesto que conseguiu ver no gesto de contentamento e na expressão facial do jogador do Tondela por ter sido assinalado penalti, uma confissão de quem conseguiu algo ilegal.
Anúncios

One thought on “O "melhor futebol" empatou com o último

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s