Este é o Porto que queremos

Só errei nos marcadores e no resultado, não na vitória do FCP nem no choradinho do Sérgio Conceição. Já percebi este projeto de treinador: quando a coisa não corre de feição à sua equipa, a culpa é do árbitro. É desonesto, vê jogos que não existiram, cria polémica para abafar a sua incompetência. Hoje o FC Porto dominou o Braga em 90% do jogo. Foram fraquíssimos os arsenalistas, aliás tal como já o tinham sido a jogar contra 9 na Taça da Liga. Conceição agarra-se a hipotéticos casos de arbitragem porque sabe que vai ter aliados na imprensa e no país vermelhusco. Espero, sinceramente, que este projeto de homem nunca tenha sucesso enquanto treinador. Enoja-me.
Quanto ao nossos, que isso é que importa, passaram mais um teste decisivo com distinção. Eu tinha dito que passar Boavista, Sporting, Braga e atingir os quartos-de-final da Champions seria uma prova de capacidade, de maturidade, de competência. Só falta a última etapa deste ciclo. Independentemente dos erros do passado e mesmo que não cheguemos a ser campeões, esta equipa vai dar luta até ao fim. E é isso que os portistas exigem. E estão a ter.
Lopetegui demorou a perceber o “sistema” jornalístico português, mas mais vale tarde que nunca. Estou a adorar a forma como olha os jornalistas de frente e lhes diz na cara que fazem perguntas que não passam de provocações ou de lugares comuns para encher o tempo. Continua, Julen, por muito que os comentadores se cocem na TV porque te acham “demasiado agressivo” ou “arrogante”. É disto que precisamos.
Para Jackson, a última palavra. Que o jogador mais importante do clube, neste momento, recupere depressa. Enquanto isso, temos Aboubakar e Gonçalo, prontos para provar que são alternativas válidas.
Anúncios

8 thoughts on “Este é o Porto que queremos

  1. Este Porto de ontem encheu as medidas. Dou a mão à palmatória, não estava à espera de tanta qualidade desta equipa. Há de facto uma evolução que apraz registar. Note-se mais uma vez os comentários dos paineleiros e comentadeiros do regime que não obstante reconhecerem o bom momento do Porto e a vitória contundente sobre o Braga, lá foram lançando as suas facadinhas…. Sic, Notícias,David Borges “Não foi penlati, mas o Lopotegui nada diz quando o Porto é beneficiado…?????” – comentário mais estúpido da noite dessa abécula ao serviço do Benfica há décadas. Joaquim Rita: Não foi penalti, mas se o lance fosse mais cedo ou na área contrária o árbitro teria marcado…. Que raio de gente é esta? Pagam-lhes para isto?

    Gostar

  2. Quando o Benfica vai nu, levado em andor de lantejoulas, alguns ainda se ruborizam. Esses comentadeiros revolteiam-se no lugar, incomodados com o patamar de vergonha atingido. Não perdem uma para relativizarem as coisas, numa tentativa desesperada e irritadinha de ignorarem o elefante na sala. O Joaquim Rita é particularmente provinciano, parolo. Um taxista ao lado dele é a Paula Bobone. Não sei quem lhe faz os nós da gravata, mas cabe ali uma buchazita para o pós-comentário… Por todo o lado, em tom urgente e nervoso, se tecem elegias, panegíricos ao analfabeto que treina o Benfica. Muita necessidade de se explicarem, de atirarem areia aos olhos do bronco adepto vermelhusco…

    Quanto ao nosso jogo, há coisas muito positivas. Sobretudo Evandro e Marcano. Só os 8 milhões gastos com ele podem justificar que Herrera nunca tenha cedido lugar no 11 ao brasileiro. Marcano é classe e rigor. Lopetegui mudou o paradigma do jogo e, a meu ver, fê-lo bem, porque estava a ser um tolo de merda. Tello faz diagonais, o corredor central fervilha de actividade. Os laterais jogam mais soltos. Muita pena a lesão de Jackson e o esgotamento de Brahimi.

    Sabendo que o campeonato está provavelmente decidido na APAF, Liga, etc., só peço uma demonstração categórica de superioridade na cesta do pão.

    Gostar

  3. Coisas do cian:

    A paridade dos números:

    4 golos para chegar aos quartos.

    Tello, número 11, sofre falta aos 11 minutos e do resultante livre aparece o primeiro golo desta segunda mão dos oitavos, pelo numero 8(Brahimi) resultado que nos permitia chegar pela 8ª vez aos quartos(nos moldes novos da Champions), como se verificou.

    Aos 22 minutos Danilo, número 2, é substituido por lesão, num choque entre dois jogadores do Porto…

    Aos 2 minutos da segunda parte o Porto marca o segundo…

    O terceiro golo foi marcado pelo número 6(Casemiro), há 6 anos que não iamos aos quartos da Champions.

    O Benfica já não vê os quartos há 9, e por isso o quarto golo foi marcado pelo número 99(Aboubakar)…

    Gostar

  4. Enganei-me o Benfica foi aos quartos em 2011/12, enfim, o professor chibanga não consegue acertar em tudo ;D

    Mas estamos imbatíveis há 9 jogos, e não perdemos em casa para às competições europeias há 9 jogos também, daí o 99 do Aboubakar 😀

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s