Os guerreiros somos nós

E eu só venho aqui dizer que sentimos um grande orgulho nos nossos adeptos, nos nossos jogadores, no nosso treinador e no nosso PRESIDENTE.

ps – Sérgio Conceição, és muito pequenino, pá!

Anúncios

11 thoughts on “Os guerreiros somos nós

  1. Tamanha roubalheira, nem no tempo do salazar iam tão longe.Mas eu penso que da maneira que isto está, a roubalheira vai continuar, oxalá eu esteja enganado, mas se a direcção do FCP não tomar medidas eles não param.
    Quanto ao treinador do braga, eu nem digo o nome dessa bosta.
    Abraço
    Manuel da Silva Moutinho

    Gostar

  2. Eu tenho uma teoria (meio espatafúrdia, mas vale o que vale) que talvez explique o silêncio da direcção portista perante a roubalheira monstruosa a favor da canalhada lá de baixo.

    Cá para mim o Porto está a fazer-se de parvo e a deixar o benfica operar completamente à vontade pq assim esperam que eles se descaiam e sejam apanhados a comprar árbitros. Podem ter começado a fazê-lo de forma sonegada, às escondidas, mas da maneira que isto está só falta mesmo entregar um envelope com dinheiro ao árbitro no fim do jogo.

    Eu espero que seja essa a estratégia do Porto: deixar a merda fazer as coisas por outro lado, completamente à vontade, a pensar que ninguém os apanha. Nem que para isso o Porto tenha que sacrificar um campeonato ou dois. Sei lá, não consigo pensar em mais nenhuma razão que explique o porquê do Porto não fazer nem dizer nada. É quase vergonhoso como (aparentemente) estão a comer e a calar. Tem que haver uma razão para isto.

    Gostar

  3. o António Silva não foi o primeiro portista nem será o último, com certeza, de quem ouvi essa teoria, que considero plausível.
    acontece que tudo tem um fim, e o que se passou ontem ultrapassou todos os limites do razoável. até o Porto Canal deixou de ser 'torto' e tudo foi dito e escalpelizado e esmiuçado.

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    Gostar

  4. A teoria de que nós FC Porto estamos caladinhos para dar corda ao clube do regime para que este se enforque para que depois lhe cairmos encima com tudo é no minimo crente! Muito crente!
    No minimo crente porquê?
    Porque com a execrável comunicação social que temos mais a corja que rege os destinos deste país ao clube do regime tudo é permitido!
    O clube do regime está acima da lei!O clube do regime é intocável!
    O clube do regime é o simbolo máximo da cidade estado que é este país lisbogal!
    O presidente do clube do regime podia perfeitamente entregar um saco de notas a um árbitro este passar recibo que não se passava nada era tudo em defesa da verdade desportiva!
    A comunicação social através dos seus competentissimos agentes branqueadores como os glutões gilbertos danieis lobos cordeiros e aputa que pariu esta merda toda tratavam logo de fazer esquecer o episódeo!
    Senão vejam o que aconteceu com o vice do segundo clube do regime que depositou dinheiro na conta de um fiscal de linha!
    Que se passou? Nada! O segundo clube do regime não teve culpa nenhuma!
    Por muitissimo menos os paneleiros do boavista tiveram de comer uma verde!
    Partanto meus amigos não arranjem explicações para o inexplicável!

    Gostar

  5. E a propósito do comentário do condor, lembrei-me da notícia do alegado envolvimento dos coisinhos num esquema de corrupção desportiva com um jogador romeno que surgiu agora. E a forma como a nossa comunicação social não quis explorar investigar notícia.

    Gostar

  6. A explicação é simples: para a nossa comunicação social, quando se trata do Benfica, tudo o que é negativo não passam de rumores. Quando é o FCP, é matéria de aprofundada investigação e todo um circo montado em redor. As investigações sucedem-se à colecção de indícios. No caso do SLB, tais indícios nunca são passíveis de suscitarem investigação. Note-se que no inquérito do Apito Dourado – cujo cerne eram suspeitas sobre negócios no ramo imobiliário, que a comunicação social rapidamente transformou numa caça a Pinto da Costa e ao FCP – em certas escutas, de forma inadvertida e perfeitamente lateral, o presidente do Benfica foi apanhado a escolher árbitros, num tom que indiciava naturalidade e antecedência da prática. No mesmo inquérito, apurou-se que um delegado do Benfica ofereceu mais do que uma vez peças da Vista Alegre, ou Atlantis, já não me lembra, a árbitros. Foi extraída certidão do processo? Nada. Estes indícios não foram considerados “fortes”. O que serão indícios “fortes”, então? E se isto é apurado de raspão, o que não revelaria uma investigação profunda? No Benfica não se toca.

    Gostar

  7. André e Guarda, exactamente a mesma forma como a descomunicação social ignorou vergonhosamente uma caso de corrupção desportiva ativa praticado por um vice-presidente do clube mais honesto e diferente em Portugal, o Sporting Clube de Lissabon.
    O tratamento dado a este caso pelos jornais e pelas instâncias desportivas do nosso país é bem representativo do que esta gente entende como Verdade Desportiva.
    Os sucessivos casos de arbitragem a favor do Clube do Eusébio já nos permitem saber o que é Verdade Desportiva: é…”sermos nós ganhar, seja qual for a forma, pouco importa”.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s