Já sabem como é que isto acaba

Jogámos com alma e demos o máximo do pouco que temos (treinador incluído). E portámo-nos muito bem. Respeitámos o minuto de silêncio, não batemos em velhinhas de cachecol vermelho ao pescoço, nem destruímos mais do que vinte cadeiras. No campo, até metemos o Otamendi para lhes dar mais hipóteses de ganhar (o que o rapaz se esforçou para oferecer bolas jeitosas aos adversários!). Fomos simpáticos. O Danilo até conseguiu ser expulso quando poderia ter rematado à baliza. Fomos mesmo uns ótimos comparsas de homenagem ao “quingue”. E no fim saíram todos satisfeitos: uns com o dever cumprido de oferecer a vitória ao Eusébio, outros com a “satisfação” de terem proporcionado ao adversário o momento alto da época. E o árbitro a necessitar de rever seriamente a noção de lei da vantagem e os critérios disciplinares. Agora falta meio campeonato e… já sabem como é que isto acaba.
Anúncios

22 thoughts on “Já sabem como é que isto acaba

  1. Não sei se desta vez acabará como de costume.
    É triste ter um gajo que oferece constantemente bolas aos adversários. OtárioMendes de seu nome. Nas primeiras duas vezes que toca na bola, duas ofertas. Este fdp já faz disto há “n” jogos. E continua a ter lugar. Mas o cabrão do treinador não vê esta merda?!

    Temos um atrasado de um defesa direito que custou 18 milhões, que continuo a dizer, não vale a ponta dum corno. Sempre o disse e continuo a dizer. É um autêntico ZERO. No 1º golo parecia um anjinho. Embora a culpa não seja exclusiva. Ao minuto 20 de jogo, faz um passe para um adversário, no meio campo INACREDITÁVEL. Não deu uma jogada de perigo porque não calhou.

    E depois, bom, depois temos esse paspalho do Helton, que parece que goza com o pagode há anos. Não há um caralho dum treinador que tire de vez este cabrão? Faz aquela merda com o pés e nas jogadas seguintes continua a arriscar? FDGP. Alguém reparou no Fabiano a jogar com o pés? Nos jogos que fez, nunca se armou em parvo. Bola nos pés, foi imediatamente despachada, não é como este atrasado do violão.

    Não levámos 3 secos porque não calhou. Isto em Maio pode acabar como de costume, mas não é com este otário ao comando da equipa.

    Gostar

  2. Caro guarda:

    Só se for por demérito do SLB e SCP, porque a jogarmos com esta consistência e coerência exibicional, isto vai acabar em merda.

    Uma coisa é oficial: Paulo Fonseca não será treinador do FCP na próxima época. Nesta, continuará na cadeira de sonho, sempre que o nível não caia para os patamares do simples deboche desportivo.

    Gostar

  3. Por acaso, este ano, não sabemos.
    Temos um nabo aos comandos da equipa.
    O homem está completamente atarantado. A cara dele ontem era elucidativa.
    Ontem, fomos apenas participar na festa de homenagem ao moçambicano, nada mais.
    Garra, estratégia, vontade, fio de jogo? Zero.
    Eu até aceito perder, pois será a situação normal em casa de um adversário de valia.
    Mas esta atitude, por favor…

    Gostar

  4. Bom dia

    Ha muito que não via o FCP a perder tantos jogos a meio de época. Inacreditavel como estes jogadores desaprenderam, não ha fio de jogo, no meio campo andam todos atraz da bola como se fossem crianças a jogar.
    Este treinador pode ser bom, mas as ideias que incute la para dentro não servem no FCP ponto final. E como esta provado que ele não muda, somos nos que temos de mudar de treinador, de tetra podemos passar a treta e essa hipotese para mim é impossivel a perspectivar.
    Ha ali jogadores que foram muito bons mas a idade é lixada e não podemos continuar a apostar neles, casos de Lucho, Helton e agora Quaresma.
    Desde os tempos de Quinito que não via a equipa a jogar tão mal e a falhar tantos passes.
    Espero bem que nesta semana o PF seja substituido, porque esta malta sabe jogar a bola o que anda é perdida la dentro, por isso um bom motivador que tenha punho e que perceba um bocado de futebol serve, acreditem.
    Estamos a passar à fase simpatica, bastou ouvir os comentarios ontem sobretudo depois do jogo, e isso não me agrada nada, porque isso não é FCP.
    Um abraço a todos

    Gostar

  5. Ponde os olhos num rapazinho que treina uma equipa de baixíssimo orçamento, perde constantemente mãos-cheias de jogadores para os clubes grandes, mas o futebol apresentado é sempre de grande qualidade, alegre, com entrega, apontado à baliza do adversário, sem autocarros. E com bons resultados. Falo daquele jovem que treina o Estoril com admirável consistência. Esse mesmo que foi à Luz empatar 1-1 na penúltima jornada, só não ganhando por que o árbitro lhe sonegou 2 penaltes.

    Umas semanas antes, na antevisão da meia-final para a Taça de Portugal, um tal Paulo Fonseca dizia, sorridente, aos jornalistas, ser impensável o Paços ir à Luz vencer o Benfica. Essa enérgica demonstração de garra não deixava margem para dúvidas: – Estava fadado para o FCP.

    Gostar

  6. Com respeito pelo Homem, mas o Paulo Fonseca deveria ter deixado de ser treinador do FC Porto após o desaire em Coimbra, mesmo agora ainda vamos a tempo, porque a continuar com esta atitude vai acabar mal, muito mal para nós. A responsabilidade por manter Paulo Fonseca, e consequentemente desbaratar uma temporada, é da Administração e da sua teimosia em não reconhecer o equívoco que está a comandar a equipa.
    Concordo com a excelente análise do André Pinto às 12:50, o técnico do Estoril não vira a cara à luta e tem tomates.

    Gostar

  7. Este FCPorto não é uma equipa… é um conjunto de negócios mais ou menos proveitosos.
    Querem correr com alguém? Corram com o filho da puta do Antero e do Caldeira e das bestas naquela SAD que andam ali a encher os bolsos e a mandar-nos a todos para o real caralho!

    Gostar

  8. Caro Miguel:

    Sabendo que ninguém é perfeito, tolero melhor essas atitudes do Marco Ferreira, do que ter ido o nosso amador dar a peida à Luz por duas vezes (uma com o Paços, agora com o FCP), pondo a equipa a jeito nos restante jogos. E ainda canta de galo.

    Sobre o discurso do “são apenas 3 pontos, no fim é que se fazem as contas” aqui vai um singelo bardamerda. Também posso dizer que esses 3, são na realidade 8, porque já estivemos a 5 do Benfica. E quando ficámos a 2, Paulo Fonseca disse que estávamos à frente. E agora estamos 3 atrás e Paulo Fonseca diz que estamos a 3. Há algum eco aqui dentro? Tornou-se o Paulo Fonseca no eco da nossa desgraça. Foram oito pontos – 8!! E achar que não vamos perder mais pontos daqui até ao fim, que a forma de jogar da equipa mudará substancialmente, que Quaresma vai fazer a diferença, etc., é chamar-se imbecil.

    NOTA: perder faz parte da coisa. Mas gostava mesmo era de ver um bocadinho de futebol jeitosinho, coisa que Paulo Fonseca erradicou das nossas hostes. Nem isso resta.

    Gostar

  9. @ André

    please! please! no more! i surrender! 😀

    (só estava a dizer que não gosto das atitudes do gajo do Estoril; não afirmei que venero o “preocupações Fonseca”, antes pelo contrário 😀 )

    ps:
    um pouco de (bom, excelente) humor, que todos nós estamos a precisar de rir – que, dizem, é o melhor remédio -, e que vai ao encontro de tudo o que tu afirmaste.

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    Gostar

  10. Vamos lá a fazer um ponto da situação desportiva, antes que eu vá ao focinho ao primeiro penteado de gel que vir entrar pela porta.

    Paulo Fonseca chegou-nos vindo do Paços, depois de uma inédita classificação em 3º para o campeonato. Semelhante antecedente seria suficiente para um gestor, ou analista, mas o adepto que viu o Paços sabe que o futebol praticado era tudo menos brilhante, quanto mais adequado a um clube como o FCP.

    Saíram James e Moutinho, entraram uns gajos que se andam por lá a estragar. Josué precisa de evoluir, mas ronda sempre a titularidade, o que lhe compromete a progressão, transformando-o numa torradeira de paciência aficionada. Licá demonstrou nos primeiros jogos ser mais um falso ponta-de-lança, descaíndo muitas vezes para a zona central da área, em ataque apoiado. Paulo Fonseca experimentou snifar o próprio gel e achou que Licá tinha técnica, mudança de velocidade, para ser um extremo puro. Na mesma alucinação, Kelvin pareceu-lhe um anão decorativo de jardim, que estranhamente observava os treinos. Herrera era craque, começou na B, depois banco, entrou com muita pica contra o Austria. Mas perdeu ímpeto, talvez desmotivado pela pasmaceira que era a caótica existência da equipa em campo. Há um gajo que também foi caro, o Reyes, que dá um jeitaço na equipa B. De Moreira de Cónegos chegou um fantástico jogador, que reunia todas as características necessárias para ser ponta-de-lança naquela fase crucial da partida, que são os dois minutos finais. Carlos Eduardo serviu como uma luva para proporcionar o efeito “Ruben Micael” ao adepto portista. Agora chegou Quaresma, para vender uns relógios Rolésse ao intervalo, nas cabines.

    Paulo Fonseca, na sua sapiência e autoridade de génio importado da capital do móvel, quis inovar, moldar a tradição desportiva do clube à sua visão do jogo. O futebol de recuperação rápida, rigor táctico, e constante assédio à baliza adversária? Degradante, na opinião de Fonseca. Bom, bom, é inverter o tranglomanglo do meio campo, meter dois médios defensivos varrendo a zona e a lançando passes tensos para a zona de ataque, bem à entrada da área. Alguma, ocasião de golo haveria de surgir. Cinismo made in Paços de Ferreira. Querem diversão, vão ao circo.

    Resultado: no meio campo ninguém se entendeu, Fernando atrapalhou-se com o hálito do gajo que lhe puseram ao lado. Sem “box-to-box” que transporte a bola, Lucho só tem possibilidades de armar jogo estando muito em cima do ponta-de-lança, o que deixa uma enooooorme faixa de terreno despovoada no miolo. Dessa forma, contra o FCP, é só defender com as linhas próximas, que depois no contra-ataque há sempre espaço para os criativos adversários correrem com a bola e pensarem a jogada rápida. O domínio do meio-campo benfiquista foi sintomático disto. Ocuparam territorialmente um espaço que estava subpovoado e facilmente manietaram a contstrução do FCP, lançando depois perigosíssimas incursões. É simples vencer o actual FCP, e não exige brilhantismo de processos.

    Quando a equipa marca presença e não sabe o que faz no relvado, é natural que os jogadores se desconcentrem. Quando o esquema táctico é disparatado, os jogadores fazem disparates. Com a excepção de Otamendi, que faz asneiras por convicção.

    Portanto, está tudo na mesma, como a lesma, e assim estará. Não sei que mais esperam os dirigentes desta ordem de coisas, depois de meses a reincidir nos mesmos erros, sempre com os mesmo resultados. Estes são tempos imbecis, em que os destinos do clube estão ligados à fé cega de alguém.

    Gostar

  11. Boas Pobo.

    Realmente é doloroso assistir a este FCP…. jogo após jogo,espera-se que na semana seguinte as coisas mudem, que aconteça o tao esperado “clik”que volte a por a maquina a funcionar tal como a conheçemos nestes ultimos anos e que é a matriz deste FCP.
    Com a saida de Moutinho, ira ser muito dificil conseguir nos proximos tempos arrajar alguem que de a qualidade e eficacia naquele sector “meio campo” e ainda nao vi o PF a conseguir com as peças que dispoem organizar aquele sector..
    Pior ainda,é aquilo que já muitos aqui disseram pareçe o PF que anda aos papeis e para uma equipa com os objectivos do FCP..Março nao vai haver santo que nos valha 😦

    Saudaçoes portistas..

    Gostar

  12. Ribeiro, ontem ganhámos 4-0… mas quando estava 1-0, e mesmo antes, o Penafiel chegava à nossa área com relativa facilidade. Só não empatou, ou mesmo esteve à frente, por inépcia.

    Gostei de ver o Quaresma dar algum apoio na defesa.

    Gostar

  13. @ Ribeiro

    (e sem querer transformar esta caixa de comentários num fórum)

    «André, o teu comentário representa bem a razão pela qual este blog é o mais delicioso da blogosfera»

    hei! 😀
    (mas tendo a concordar. é o segundo «mais delicioso», depois de um que eu cá sei mas não digo 😀

    @ André
    corroboro o teu comentário com esta adenda pertinente: não sei se repararam que, aquando da interrupção devido ao temporal e com aquele placard no terreno de jogo, foi no mesmo instante em que um jogador do Penafiel estava isolado, em direcção à nossa baliza.

    ps:
    «quem é aquele cromo que vai entrar?».
    estamos “entregues” à bicharada. literalmente.

    Gostar

  14. O pessoal da TSF diziam ontem em tom de brincadeira que o melhor jogador em campo na primeira parte tinha sido o dito placard. Isso diz tudo da exibição da primeira parte.
    Ah e tal, ganhamos 4-0…
    Pois, o futebol é que continua a ser uma vergonha.
    Parece o regresso a 2004 em que andávamos a contratar Pitbulls e achávamos todos “Agora sim! isto agora vai lá…”
    Não vai nada, pá…

    Gostar

  15. Ponto prévio: estou imensamente grato à pessoa que me deu algumas das maiores alegrias da minha vida.
    Dito isto: o discurso do nosso presidente ontem foi lamentável.
    Tentar tapar os erros de casting deste ano com más arbitragens é fazer como a avestruz.
    Eu quero acreditar que este discurso é apenas para o exterior e que internamente esteja a ser feito algo, longe dos olhos dos “comuns mortais”. O Olimpo deve ser preservado.
    Nem que seja começar a preparar a próxima época, um pouco à semelhança do ano em que tivemos aquele labrego a treinar-nos (não é o JJ, é o outro labrego).

    Gostar

  16. Apoiado, Ribeiro. Nem queria acreditar nos meus ouvidos. Um discurso verdadeiramente lamentável, que escamoteia meses de evidência. Não consigo entender as palavras de PdC, a não ser que pretendam aliviar no imediato a pressão sobre os ombros de Paulo Fonseca. Quem vê os jogos sabe que a equipa anda aos papéis, e que a derrota frente ao slb foi sem espinhas.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s