Botação: a imagem do ano

Ainda meio atordoados pelo “banho de bola”, “massacre”, “violação em massa”, a que fomos sujeitos em Alvalade, entramos no último dia do ano em modo de restropetiba, trazendo a este espaço mais uma botação. A ideia é eleger a imagem do ano. Para tal, escolhemos cinco imagens marcantes de 2013, que representam, com variedade e total imparcialidade, os momentos mais importantes do ano futebolístico. Começámos com cerca de noventa e duas imagens, mas tivemos de apertar o crivo. Para tal pedimos ajuda às funcionárias da limpeza que, todos os dias, arrumam a jabardice que fazemos neste blogue, e às meninas da receção, duas simpáticas ucranianas que nos levam a casa nos dias em que o FCP perde ou empata. Chegámos, pois, a cinco imagens, nas quais devem botar (assim, com b) de modo a elegermos a melhor. É na barra lateral e acaba na sexta-feira. Obrigado pela participação.
Imagem 1.
Jorge Jesus ajoelhado no relvado do Dragão. Vítor Pereira (saudades…) corre como um louco, de punhos cerrados. Não sei o que de grave se terá passado, mas nunca um treinador adversário se tinha ajoelhado assim no estádio do FCP. Nem nunca outro o fará, acho eu.
Imagem 2.
Benfica TV. Relato de um jogo de futebol. O senhor da esquerda está de cabeça baixa durante quinze segundos. Quinze longos segundos. Uma vida. O senhor da direita tenta balbuciar algumas palavras para preencher o vazio. Apenas um jogo de futebol, meu deus. Um jogo de futebol.
Imagem 3.
Aquele jogador que está sentado na trave de uma baliza chama-se Ivanovic, é sérvio e joga no Chelsea. Tem uma medalha ao pescoço e levanta os braços como se tivesse ganho uma prova europeia. Mais: como se tivesse marcado o golo da vitória aos 92 minutos, vejam lá.
Imagem 4.
Cardozo, Jesus e um aspirante a árbitro de boxe. O avançado estica o braço e parece zangado: “Três finais, ZERO títulos, hombre! O caminho da rua é ali!“. Jesus, que já antes tinha sido empurrado pelo paraguaio, responde à letra: “Calma que ainda podemos ganhar a Taça de Honra da AFL!“. 
Imagem 5
Jesus tenta salvar a vida de um jovem adepto que estava prestes a ser devorado pelos monstros da segurança policial. O homem luta, atira-se ao chão, puxa, bate, rasga. Um momento de incomparável amor pelo adepto anónimo protagonizado por quem, normalmente, não gosta de se meter em confusões.
Anúncios

14 thoughts on “Botação: a imagem do ano

  1. Não creio que tenha sido o pior Porto de 2013 no jogo em Alvalade, já vimos pior, mas normalmente esquecemos as tragédias. Foi um Porto muito chocho mas que chegou para as rabanadas de Natal, não esperava muito e ainda bem, não tive nenhuma decepção.
    Mas queria saber as estatísticas do jogo que dizem o Sporting ter “dominado”, que eu saiba antes de acabar a primeira parte o Porto tinha 55% de posse de bola e o Sporting pouco ou nada tinha feito. Não caiam nos engodos da capital e da imprensa sulista. Porque ainda ninguém mostrou as estatísticas ou falou delas na imprensa? quantos remates teve cada equipa? passes completos? posse? Tentei procurar na internet mas não encontrei nada, só soube que antes do intervalo a posse era 55% para o FCP, pois… levámos um ganda banho de bola… PQOP

    Gostar

  2. Parece que o FCP sempre acabou com mais posse de bola, 55/56%, com 10 jogadores nos 10 minutos finais.
    Ainda tivemos um jogador(Varela) levar um empurrão do árbitro depois de levar um toque com a cabeça do Jefferson, quando antes tinha sofrido um empurrão do mesmo quando a bola já não se encontrava no jogo, ao que Varela apenas responde”joga à bola caralho, é preciso fazer essas merdas”

    Enfim, quem é burro pode continuar com as lamechices e olhar para onde a imprensa de Lisboa quer que vocês olhem, tapando o que realmente aconteceu.

    Foi um jogo disputado, o teve melhores oportunidades, mas há que dar mérito a Fabiano. Se os jogos fossem ganhos por quem merecesse mais, ou tivesse “dominado”, ou tivesse mais oportunidades, então teriamos passado o grupo da Champions em primeiro, pois, se, se, se… só quando é para o lado deles.

    E os comentários facciosos durante o jogo todo, o Alex Sandro desmarcava Ghilas e não se admitiam erros na defesa do Sporting, ou como é que aparecia um jogador isolado daquela maneira, ai meu Deus que cai o Carmo e a Trindade e tal.
    Acordem.

    Gostar

  3. Obviamente, Jesus de joelhos. Já é História, juntamente com o Apagão da Luz, mas ainda mais simbólico. Nunca se verá, nem viverá outro momento como o que a imagem reflecte. No momento do golo e nos 3 minutos que se seguiram, todos sentimos, ainda que tolos de euforia, aquela impressão solene, inconsciente, que se estava a presenciar algo que ficará nos livros, na memória colectiva, etc. São instantes que numa vida inteira talvez aconteçam uma mão cheia de vezes.

    Gostar

  4. caríssimas(os),

    desejo a todas(os) vós um Feliz Ano Novo! de 2014, sobretudo junto daqueles que mais amais e que vos são mais queridos.
    e, se for possível, lá para Maio, que a sua cor dominante seja o azul-e-branco 😀

    no fundamental:
    também gostaria de, em breve tempo, poder(mos) sentir que:

    somos Porto!, car@go!
    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    ps:
    obviamente a imagem nr. 1, com o delicioso frame seguinte e o roupeiro do clube (desconheço o seu nome…) a fazer aquele “toma lá morcão!” (para não chamar o boi pelo nome que realmente queria ter escrito, para não ferir susceptibilidades…) para o jorge jejum

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! 😀
    Miguel | Tomo II

    Gostar

  5. Obrigado, cian, pelas sugestões, qualquer uma delas muito boa. Aliás, é delicioso ver que a capa de um livro escrito por um estrangeiro sobre o futebol português tem aquela imagem. 🙂 E nos comentários já há coisinhos a perguntar se o livro fala da corrupção do FCP 🙂 Eles ficam furiosos!

    Aproveito para desejar um 2014 cheio de saúde e alegria a todos os visitantes do Pobo do Norte. Um abraço.

    Gostar

  6. A imagem do ano é a primeira. É daquelas que ficam para a posteridade. É o legado de Vítor Pereira.

    A do melão e a do relógio (já apareceu?) vão para o maior anedotário do mundo (à espera de confirmação do Guinness).

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s