Os cem melhores do mundo

O The Guardian publicou a lista dos atuais 100 melhores jogadores de futebol do mundo. A seleção foi feita a partir da escolha de um conjunto de 11 jornalistas/colunistas entendidos da bola. Fiquei contente por ver nesta lista dois jogadores do FC Porto: James na posição 59 e João Moutinho na posição 76. E ainda dois que sairam há pouco tempo do Dragão: Falcao na sexta posição e Hulk… no lugar 83. Será este um efeito natural de quem escolheu (ou deixou o empresário escolher) um clube do pouco mediático campeonato russo? Ou apenas “esquecimento” dos ingleses? De notar a ausência desta lista de quaisquer jogadores da equipa daquele treinador que usa o cachecol nos jogos internacionais.

Aqui está a lista completa:

The world’s top 100 best footballers

Click heading to sort table. Download this data
No
Name
Position
Club
Nationality
Age at Dec 20 2012
1 Lionel Messi Forward Barcelona Argentina 25
2 Cristiano Ronaldo Forward Real Madrid Portugal 27
3 Xavi Midfielder Barcelona Spain 32
4 Andres Iniesta Midfielder Barcelona Spain 28
5 Zlatan Ibrahimovic Forward PSG Sweden 31
6 Radamel Falcao Forward Atletico Madrid Colombia 26
7 Robin van Persie Forward Man Utd Netherlands 29
8 Andrea Pirlo Midfielder Juventus Italy 33
9 Yaya Toure Midfielder Man City Ivory Coast 27
10 Edinson Cavani Forward Napoli Uruguay 25
11 Sergio Aguero Forward Man City Argentina 24
12 Iker Casillas Goalkeeper Real Madrid Spain 31
13 Neymar Forward Santos Brazil 20
14 Sergio Busquets Defender/midfielder Barcelona Spain 24
15 Xabi Alonso Midfielder Real Madrid Spain 31
16 Thiago Silva Defender PSG Brazil 28
17 Mesut Ozil Midfielder Real Madrid Germany 24
18 David Silva Midfielder/forward Man City Spain 26
19 Bastian Schweinsteiger Midfielder Bayern Munich Germany 28
20 Gianluigi Buffon Goalkeeper Juventus Italy 34
21 Luis Suarez Forward Liverpool Uruguay 25
22 Sergio Ramos Defender Real Madrid Spain 26
23 Vincent Kompany Defender Man City Belgium 26
24 Gerard Pique Defender Barcelona Spain 25
25 Philipp Lahm Defender Bayern Munich Germany 29
26 Willian Midfielder Shakhtar Donetsk Brazil 24
27 Marco Reus Forward Borussia Dortmund Germany 23
28 Franck Ribery Midfielder Bayern Munich France 29
29 Manuel Neuer Goalkeeper Bayern Munich Germany 26
30 Ashley Cole Defender Chelsea England 32
31 Wayne Rooney Forward Man Utd England 27
32 Juan Mata Midfielder Chelsea Spain 24
33 Thomas Muller Forward Bayern Munich Germany 23
34 Mario Götze Midfielder/forward Borussia Dortmund Germany 20
35 Karim Benzema Forward Real Madrid France 24
36 Cesc Fabregas Midfielder Barcelona Spain 25
37 Oscar Midfielder Chelsea Brazil 21
38 Fernandinho Midfielder Shakhtar Donetsk Brazil 27
39 Javier Mascherano Defender/midfielder Barcelona Argentina 28
40 Gareth Bale Defender Tottenham Wales 23
41 Javier Zanetti Defender/midfielder Internazionale Argentina 39
42 Daniele De Rossi Midfielder Roma Italy 29
43 Dani Alves Defender Barcelona Brazil 29
44 Petr Cech Goalkeeper Chelsea Czech Republic 30
45 Mats Hummels Defender Borussia Dortmund Germany 24
46 Carles Puyol Defender Barcelona Spain 34
47 Angel Di Maria Midfielder Real Madrid Argentina 24
48 Carlos Tevez Forward Man City Argentina 28
49 Didier Drogba Forward Shanghai Shenhua Ivory Coast 34
50 Giorgio Chiellini Defender Juventus Italy 28
51 Marcelo Defender Real Madrid Brazil 24
52 Stephan El Shaarawy Forward Milan Italy 20
53 Toni Kroos Midfielder Bayern Munich Germany 22
54 Samuel Eto’o Forward Anzhi Makhachkala Cameroon 31
55 Jordi Alba Defender/midfielder Barcelona Spain 23
56 Mario Gomez Forward Bayern Munich Germany 27
57 Arturo Vidal Midfielder Juventus Chile 25
58 Eden Hazard Midfielder Chelsea Belgium 21
59 James Rodriguez Midfielder Porto Colombia 21
60 Marouane Fellaini Midfielder Everton Belgium 25
61 Ramires Midfielder Chelsea Brazil 25
62 David Villa Forward Barcelona Spain 31
63 Klaas Jan Huntelaar Forward Schalke Netherlands 29
64 Nemanja Vidic Defender Man Utd Serbia 31
65 Joe Hart Goalkeeper Man City England 25
66 Arjen Robben Midfielder/forward Bayern Munich Netherlands 28
67 Mario Balotelli Forward Man City Italy 22
68 Mathieu Valbuena Midfielder Marseille France 28
69 Pierre-Emerick Aubameyang Forward St Etienne Gabon 23
70 Robert Lewandowski Forward Borussia Dortmund Poland 24
71 Hernanes Midfielder Lazio Brazil 27
72 Pedro Forward Barcelona Spain 25
73 Santi Cazorla Midfielder Arsenal Spain 28
74 Christian Eriksen Midfielder Ajax Denmark 20
75 Ezequiel Lavezzi Forward PSG Argentina 27
76 Joao Moutinho Midfielder Porto Portugal 26
77 Mario Mandžukić Forward Bayern Munich Croatian 26
78 Patrice Evra Defender Man Utd France 31
79 David Luiz Defender Chelsea Brazil 25
80 Luka Modric Midfielder Real Madrid Croatia 27
81 Victor Wanyama Defender/midfielder Celtic Kenya 21
82 Mapou Yanga-M’Biwa Defender Montpelier France 23
83 Hulk Forward Zenit St Petersburg Brazil 26
84 Darijo Srna Midfielder Shakhtar Donetsk Croatia 30
85 Emmanuel Mayuka Forward Southampton Zambia 22
86 John Terry Defender Chelsea England 32
87 Kwadwo Asamoah Midfielder Juventus Ghana 24
88 Leonardo Bonucci Defender Juventus Italy 25
89 Javier Pastore Midfielder PSG Argentina 23
90 Henrikh Mkhitaryan Midfielder/forward Shakhtar Donetsk Armenia 23
91 Moussa Dembele Midfielder Tottenham Belgium 25
92 Hatem Ben Arfa Midfielder/forward Newcastle France 25
93 Samir Nasri Midfielder Man City France 25
94 Shinji Kagawa Midfielder Man Utd Japan 23
95 Wesley Sneijder Midfielder Internazionale Netherlands 28
96 Pepe Defender Real Madrid Portugal 29
97 Marek Hamsik Midfielder Napoli Slovakia 25
98 Javi Martinez Defender/midfielder Bayern Munich Spain 24
99 Diego Forlan Forward Internacional Uruguay 33
100 Paulinho Midfielder Corinthians Brazil 24

Barcelona-Atlético de Madrid

Vi há pouco o jogo Barcelona-Atlético de Madrid e, apesar do resultado, acho que até poderia ter sido pior para o Atlético, caso o Barcelona tivesse apresentado este onze: pinto, adriano, puyol, song, montoya, sergi roberto, planas, thiago alcantara, rafinha, tello e villa. Este sim, um onze que Tito Villanova guarda para os grandes confrontos, para os desafios de maior dificuldade. Entretanto, lá vai jogando, como foi o caso de hoje, com as reservas valdés, adriano, piqué, puyol, jordi alba, xavi, busquets, iniesta, pedro rodríguez, messi e alexis sanchez.
PS – Falcao deixou o Camp Nou com o seu prestígio incólume, com um remate ao poste e mais um golo de antologia. E também deixou a sensação de que o seu lugar poderia e deveria ser na equipa adversária.

Campeões do réveillon

A aparência é de que a vitória dos campeões do réveillon foi imaculada e resultou de mais um massacre ao adversário (palavras do treinador). A realidade mostra que o lance que dá, através de penalti, o 2-1 é precedido de uma falta sobre o defesa, que, empurrado, vê a bola bater-lhe no braço. Penalti, expulsão e golo. Poder-se-á invocar esse célebre simãosabrosismo segundo o qual “Se o árbitro viu, então é porque foi”. Mas então que seja assim para todos os lados.
O histericozinho do narrador de serviço na Antena 1, só passados 10 minutos sobre a confirmação, pelo jornalista que estava no estúdio, de que o lance era irregular, é que se referiu ao lance, ainda sob reservas. O José Nunes, benfiquista que comenta os jogos do Benfica, disse “Sim, a haver falta é um lance que marca o encontro… De qualquer maneira há que dizer que em relação ao resultado, a não há a mais pequena injustiça…”. Ou seja, o senhor pretendeu, no fundo, branquear o lance irregular com a suposta justiça que a vitória do seu clube traria ao encontro.
Outro aspeto que marca este relato da Antena 1 é que, a partir de certa altura, eu tive a sensação de estar a ouvir uma conversa entre benfiquistas num café qualquer. “Ah, o Melgarejo não devia ter dado mais um toque, devia ter feito assim ou assado”, “Oh, que pena aquele passe…”, “Ah, temos um amigo, que por sinal é benfiquista, ó José Nunes, que sempre embirrou com o Cardozo, e que lhe chama mesmo o “tábuas””, “Ah, eu acho que ele de “tábuas” não tem nada”. Mas nós pagamos uma taxa qualquer à RDP para os ouvir falar dos amigos que chamam “tábuas” ao Cardozo?
Jorge Jesus acha que o ponta-de-lança paraguaio seria o melhor do mundo se fosse mais completo. É o mesmo que dizer que o Matic seria o melhor do mundo se se chamasse Fernando Redondo e tivesse jogado no Real Madrid na década de 90. Mais um caso em que a aparência e a realidade voltam a estar de costas voltadas.

Serviço mínimo

Se de um jogo de futebol profundamente desequilibrado que acabou com uma vitória tangencial tivesse de fazer o resumo, que lances incluiria: os golos falhados por quem dominou? Os dois lances duvidosos? Ou somente o golo e o lance duvidoso que ocorreu na área da equipa vencedora? Qualquer estagiário de comunicação social sabe que a resposta certa para arranjar um emprego a recibo verde na TVi é a última.

Nota 1 – A melhor piada que escutei esta semana sobre o jogo dos “mais grandes” contra a equipa de reservas do gigante catalão: sabem porque é que os jogadores do Barcelona ficaram retidos no estádio no final do jogo com o Benfica?… Porque estavam à espera que os pais os viessem buscar!

Nota 2 – Radamel Falcao continua a provar que é o melhor ponta-de-lança da actualidade.  E hoje marcou 5 golos ao Deportivo, embora este fantástico feito fique manchado pela nódoa de defesa central com que teve de lidar. Aquela cara diz-me alguma coisa… o nome? Roderick Miranda. Mas este nome não me é estranho…

S. L. Basófia

“Jogamos no maior estádio do mundo, contra a melhor equipa do mundo.” disse o mago da táctica depois de empatar a zero com uma equipa do Barcelona formada, na sua maioria, por jovens da segunda e terceira linhas do plantel catalão. Nem Xavi, nem Iniesta, nem Fabregas, nem Masherano, nem Jordi Alba, nem Valdés, nem Dani Alves, nem Busquets, nem Alexis Sanchez, nem Pedro – Pique entrou aos 66 minutos e Messi entrou a 10 minutos do fim mas lesionou-se antes do jogo acabar. E o gajo ainda argumenta: “nós também não tinhamos alguns jogadores importantes” (supostamente, Sálvio, Aimar, Martins e Enzo Perez). Palavras para quê? É o treinador do mais grande no seu estilo habitual.