Posturas

Há sensivelmente um ano, Kléber era apontado como a next big thing do ataque portista, depois de um processo lento e longo que opôs o FC Porto ao Marítimo e que só serviu para aumentar as expectativas à volta do avançado brasileiro. Kléber mostrou, desde o início, um discurso humilde: queria aprender com Falcao. O avançado colombiano foi-se embora e o brasileiro perdeu o professor. O resto é história e nem vale a pena recordar.
Jackson Martinez chegou e, claro, volta-se a falar em Falcao. O discurso do novo colombiano é mais assertivo e parece mostrar um jogador de personalidade forte: “Falcão escreveu a [história] dele e felicito-o por isso. Contudo, repito, eu vou escrever a minha.” Agrada-me mais, como adepto, este tipo de postura. Estou farto de humildades e modéstias (por vezes, falsas…). Não gosto do espírito do “participar já é uma vitória” (como tantas vezes ouvimos na comitiva olímpica…) ou “fazer parte deste plantel já é um sonho”. Não digo que não se possa senti-lo ou pensá-lo, mas dizê-lo transmite para a opinião pública uma ideia de fragilidade que não facilita as coisas.
Anúncios

3 thoughts on “Posturas

  1. Caro Guarda,

    Quase sempre estou de acordo com o que escreves, mas desta vez não posso deixar passar esta posta sem fazer um comentário.

    O comentário aos atletas olímpicos é infeliz. É infeliz porque não te lembras das condições em que muitos treinam. É infeliz porque não deves saber o valor das bolsas que recebem e quando recebem. E é infeliz porque eles simplesmente mostram que são realistas. Ou será que alguém lá vai só para passear? Claro que vão para chegar o mais longe possível. Mas têm consciência das limitações. Nós somos cerca de dez milhões, dos quais uma grande parte dos futuros atletas só quer saber de futebol porque só é isso que passa na TV. Dos outros desportos… conheço alguns atletas olímpicos e digo-te que são realmente atletas excepcionais. Mas há melhores que eles.

    Quanto ao futebol, até fico contente se nenhuma TV passar os jogos em canal aberto. Pode ser que o parolo do Português abra os olhos para a crise que aí vem a partir de Setembro. E que vá ver outros desportos, pois esses atletas bem precisam e normalmente nem se paga.

    Gostar

  2. Caro Guarda,

    Só fiz o comentário porque gosto de ler este blogue e aprecio quando se aceita uma divergência de ponto de vista, publicando-a. Infelizmente isso nem sempre acontece pela blogosfera.
    Sinceramente acho que se exagera na atenção que se dá ao futebol. Eu também gosto muito de futebol. Muito mesmo. Mas não me posso esquecer dos outros desportos. Só gostava de recordar a todos os que leem este blogue que estes atletas olímpicos, que praticam os desportos chamados de amadores – disso não têm nada – treinam entre duas a três vezes por dia. Por isso, em vez de na televisão encolherem os ombros para os resultados que obtêm talvez fosse melhor ter um discurso mais agradável.

    Um abraço e continua com estas postas que muito me divertem

    Dragãovenenoso

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s