Prémio "E não é que ele tinha razão?"

É verdade que é uma importante vantagem, mas o FC Porto é uma equipa capaz de fazer o mesmo que nós fizemos aqui.

Anúncios

14 thoughts on “Prémio "E não é que ele tinha razão?"

  1. caríssimos:

    tendo em conta o adiantado da hora a que escrevo estas palavras (a festa nos Aliados estava soberba!), peço encarecidamente: o último apaga a Luz, ok? obrigado! 🙂

    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! 😉

    Miguel | Tomo I

    Gostar

  2. Foi a vitória mais bonita do FCP este ano. Emocionante. Acho que até os benfiquistas se renderam, mas já era tempo; tanto levaram no toutiço este ano. Cian, viste como funcionou o meio campo? Uma máquina, com um Moutinho genial, a fazer lembrar o melhor Deco.

    Gostava era de ver o James a 10. Diz que é muito bom….

    Gostar

  3. Vale a pena dar uma espreitadela nos jornais da capital do império para confirmar mais uma vez como alimentam as piores emoções entre adeptos. O jornal afecto aos lagartos dizem que xistra ajudou e a grande imagem é a do Hulk em fora-de-jogo. É indiscutível que está, ninguém o contesta. Mas nada escreve sobre o penalty inexistente do Sapunaru. É o que temos…

    Olhando de uma forma imparcial para a jogada o que é que vemos: o juiz de linha do outro lado, que muito provavelmente não consegue ver a bola a partir. Além disso a jogada é muito rápida. O que pode ajuizar? Por palpite, é? Em caso de dúvida as regras dizem que se deve beneficiar o ataque, a bem do espectáculo.

    E no penalty contra o FCPorto? O xistra também não deve conseguir ver a bola. Se visse tinha reparado que o *coneijo* a dominava com a ajuda da mão. E que o Sapunaru nem lhe toca. Provavelmente assumiu que o Sapunaru acertou mesmo no *coneijo*, e marcou penalty. O juiz de linha está no outro extremo e também não deve ver nada (acho). Mais uma vez, em caso de dúvida beneficia o ataque, a bem do espectáculo.

    Enfim, ficou-se pelo empate em termos de casos do jogo. Pela estatística desta época, o FCPorto tinha grandes probabilidades de ganhar o jogo (mais de 90%) e boas chances de dar a volta ao resultado.

    Por isso, não adianta chorar, galinhas.

    Gostar

  4. Inebriante dar o pulo do sofá no 3-0, gritar a plenos pulmões (desculpas à vizinhança), correr à volta da mesa, cair em mim e de repente pensar:
    “Espera lá! Com este resultado, quem vai à final somos nós”

    Sim, no início só me interessava ganhar o jogo.
    Mas eliminar aqueles cabrões teve mesmo um gosto especial.
    Votei claramente na última opção.

    PS: A verificação de palavras aqui do blog diz “bejeca”. Até a Internet está connosco!!

    Gostar

  5. “De repente o céu escureceu e a terra tremeu, As pessoas viram que Ele era o Filho de Deus Enquanto estava ali sofrendo, Jesus declarou Que tudo estava terminado. A força do pecado acabou”

    Por acaso, aqui em Braga, o céu tá escuro pra carago.
    Tem alguma coisa a ver com a subida ao Gólgota do predestinado no Estádio do Bréu?

    Gostar

  6. O rabeta do filho do Freitas do Amaral, cuja ocupação na vida é ser director de revistas com gajas nuas( ó nobre profissão!!) escreveu um premonitório livro chamado “Quando Lisboa tremeu”. De facto, isto é réplica atrás de réplica.

    E não é que o finório, que tinha pedido aos adeptos do Benfica baixarem as calças neste jogo e mostrarem o rabo, também acertou? Não é que as calças vieram até cá baixo e…

    “zás…zás…zás…que daqui satisfeito sairás…”

    Grande Domingos Amaral…
    O olho do cú a esta hora deve estar bem mais inchado que os dois olhos que ostenta acima do nariz…

    Gostar

  7. Continuam a cantar muito alto…cá para mim o Bom jesus é mais forte que o Jesus…e jesus vai ficar a ver a final da liga Europa por um canudo, sendo o que resta do Benfica destruído ás mãos da equipa que ele disse ter criado (lol).
    Seria o ponto final numa longa carreira recheada de quase títulos, ao longo de duas longas, históricas, memoráveis épocas no Benfica.
    Quem sabe, depois de sair do clube do regime, ele comece a realmente treinar uma equipa. Afinal, foi isso que aconteceu ao Mourinho.

    Gostar

  8. Claro, depois do mea culpa do Zaxus os lisboetas agarram-se ao treinador, à tática, às mexidas, aos jogadores que não perceberam a tática, deve ter sido nessa altura que os jogadores do Porto se aproveitaram e estavam a marcar golos dentro de campo, mais uma vez a comunicação social não dá mérito ao Porto, continuam com a mesma lenga-lenga, sendo assim, depois de passarmos este difícil adversário que vai ser o Villareal, só nos resta desejar mais um joguinho com o Benfica em Dublin, que gosto nos vai dar golear aquela equipazinha com uma arbitragem europeia, mas será que é tão difícil admitir a superioridade do Porto, por acaso cairá o Carmo e a Trindade?
    É que já se torna nausebundo esta imprensa que se agarra a tudo para não admitir que são piores, se fosse um tratador de relva a dizer que tinha cortado mal os cantos do campo lá teria o seus 5 minutos de fama na capa da Bolha.
    Só mesmo para rir a capa do Rascord, onde se vê 2 jogadores do Benfica de cú pró ar, realmente deve ter doido…

    P.S.: reparem, os centralistas acham que admitir que o Porto é melhor é admitir os seus erros, o que só nos mostra que ainda não aprenderam a lição, se não acontecer nada de anormal ainda teremos muitos anos com PC a ganhar títulos atrás de títulos no nosso Porto, e realmente Villas-Boas tinha razão, mudar o destino é passar a ter mais títulos do que o Benfica, já falta pouco, menos de um mês…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s