Venha o seguinte

Os russos ficaram fora da eliminatória logo ao primeiro minuto e o Porto teve a oportunidade de fazer o que faz melhor: posse de bola e passe curto. O jogo ficou tão mole que o nosso segundo golo não abalou ninguém. Os russos são uma equipa com jogadores talentosos no meio-campo e na frente, mas muito macios nas marcações. E foi nesta troca de gentilezas que surgiu o golo do CSKA que, por ter surgido ainda na primeira parte, poderia ter relançado a eliminatória. Não aconteceu e quem esteve mais perto de voltar a marcar foi o Porto.

Curioso foi ver como o Braga susteve um Liverpool sem chama, sem talento e sem sorte. Ainda que com Gerard e Luiz Suarez de fora, sobrava gente de qualidade como o “nosso” Meireles, o Kuyt, o Maxi Rodriguez, o Joe Cole e a sua grande aquisição de Inverno, o gigante Andy “Pinheiro” Carroll. Claro que no banco estava uma nódoa de avançado (N’Gog), o Poulsen, o Kyrgiakos e uns ilustres desconhecidos, mas o Liverpool é o Liverpool, nunca pode ser subestimado. Estamos a falar da mesma equipa que no dia 6 deste mês venceu o Manchester por 3-1! Em suma, parabéns ao Braga.

Os “coisinhos”, que têm tido a sorte de apanhar só equipas de terceira categoria, ainda sofreram, mas aquele PSG não assusta ninguém, o que se compreende se pensarmos que entre os seus jogadores mais cotados estão um Claude Makelele com 38 anos e um Ludovic Giuly com 34, que o GR é é um cepo e que o resto da equipa é simplesmente mediocre.

O que sobra, para lá dos 3 clubes portugueses:Dinamo de Kiev, Twente, Spartak de Moscovo, Villareal e PSV. Espero estar enganado, ,mas se as coisas se passarem como nos sorteios precedentes, o SLB vai ficar com o adversário mais débil (Twente?!) e o Porto com o mais problemático (claramente, o Villareal). Mas quem quer vencer não pode temer ninguém, pelo que neste momento o único que gostaria mesmo de evitar era o Braga. Aquele que eu mais desejaria é fácil de adivinhar (uma pista: não é o Twente)…

Anúncios

8 thoughts on “Venha o seguinte

  1. acho que hoje a cidade de Braga também apareceu nas notícias metereologicas da Euronews!
    se não apareceu devia!
    Concordo plenamente que o Braga foi a surpresa fantástica de ontem, eu estava mesmo a pensar que iriamos ter a previsão do Ribeiro no último post, mas vá lá, é bom para Portugal os pontinhos, e também espero apanhar as águias, apesar de que espero que seja nas meias finais e não já, melhor, melhor, seria o Porto ficar com o caminho livre de portugueses até ao final, e o Braga e o Bisitante no outro lado, e delicioso seria o Braga eliminar o Benfas na meia-final mostrando realmente que a vitória em Braga não foi por acaso.
    Mas claramente o Braga, Vilareal e Spartak de Moscovo são as equipas a evitar, na minha opinião.
    Agora venha uma equipa Holandesa, PSV, depois Dínamo nas meias.

    Já agora um abraço aos sargentos portistas na Marinha, especialmente a um que costuma ler aqui o blog, teve de me ouvir o jogo todo(e acho que já estava um bocado farto de me ouvir 🙂 ) e lá no fim do jogo, ficou a saber que eu era o cian aqui do blog, força camaradas, e já agora comecem a comprar o JOGO aí pá carneirada!

    Gostar

  2. Bom dia,

    Ontem como se previa tivemos um jogo complicado.

    Este adversário é de grande qualidade, com grandes jogadores, que teriam lugar em algumas das maiores equipas europeias.

    Shennikov, Tošić e Dzagoev são 3 jovens jogadores para mais altos voos, aos quais se juntam Love, Honda e Doumbia.

    A qualidade do nosso adversário ainda reforça mais o nosso mérito na passagem.

    Ontem tivemos de saber defender, e soubemos atacar nos momentos certos. Pena ontem termos um Falcao desinspirado.

    Fernando na minha opinião foi o melhor em campo. Ele foi um autêntico eucalipto … secou tudo à volta e foi o trinco de segurança à nossa defesa.

    Hulk foi explosivo.
    Guarin teve fantástico e muito bem no transporte de bola e recuperação.
    Helton, Otamendi e Rolando muito seguros.
    Sapunaru segurou bem Dzagoev e fez uma boa exibição.
    Fucile esteve melhor a atacar do que a defender, e apanhou a “fava” pela frente – Tosic, e James não fechava quando o uruguaio subia, o que nos complicou a vida.

    James esteve algo apagado, embora tenha estado envolvido no lance do 2º. golo.

    Falcao esteve desinspirado, e teve uma exibição menos conseguida.

    Mais uma vez Villas-Boas eteve muito bem nas substituições, e com a entrada de Belluschi passamos a controlar e a dominar o jogo e podíamos mesmo ter marcado mais um golo.

    É histórico termos 3 equipas entre as 8 que hoje vão estar no sorteio dos quartos de final.

    Espero que o FC Porto tenha um pouco mais de sorte no sorteio. Depois do Sevilha e CSKA … que não nos saia o Dínamo de Kiev.
    Também desejo que as equipas portuguesas não se encontrem para que haja mais possibilidades de termos mais equipas nas meias finais e quem sabe uma final portuguesa. Quando o FC Porto venceu a Taça Uefa, por muito pouco não tivemos um Boavista vs FC Porto na final, só mesmo o Celtic parou o Boavistão dessa época!

    Fantástico o apoio do público.

    Abraço e bom fim de semana

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com/

    Gostar

  3. Com um golo na primeira jogada do desafio, não se podia pedir melhor.

    No entanto, o FC Porto foi obrigado a grande trabalho defensivo para evitar os golos moscovitas na sua baliza. É que pela frente estava uma equipa que tinha sido vencida em casa própria, mas não ficara convencida.

    A qualidade da equipa forasteira ficou evidente pela ousadia com que abordou o jogo. Em poucos minutos conseguiu uma coisa inédita no Dragão: Uma série de cantos impressionante.

    O FC Porto sentiu dificuldades, nesse período, tanto mais que no capítulo do passe as coisas não estavam a sair de feição. Valeu-nos o desacerto defensivo adversário e o excelente quanto oportuno aproveitamento dos erros para aumentar a vantagem.

    Porém, nem mesmo com três golos para recuperar, O CSKA baixou os braços. Conseguiu marcar um golo e criar alguma intranquilidade.

    Só com a alteração do sistema táctico para o 4x4x2, com a entrada de Belluschi, o FC Porto tomou conta da partida, controlando-a até final.

    Os Dragões acabavam de eliminar um dos mais sérios candidatos à vitória final.

    Gostei especialmente do desempenho defensivo portista e da actuação de Fernando, um dos melhores em campo.

    Preocupei-me com a manifesta falta de qualidade de passe, que provoca alguma irritação e submete a equipa a esforços redobrados.

    Um abraço

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s