Até onde irá a pouca vergonha?

Depois daquela capa vergonhosa, no dia seguinte à derrota do seu clube em Braga, o jornal A Bola continua a sua saga de modo a lavar a face, a provar o que não pode ser provado, a justificar o injustificável. Hoje, noticia que “Direcção pressiona Vieira a romper já contrato com Olivedesportos” porque não gostaram de “alguns comentários emitidos durante a transmissão do desafio pela Sport TV” – ao ponto a que chegámos: querer romper um contrato por causa de comentários!. Para além disso, argumentam que há imagens, que “apenas foram exibidas pela primeira vez durante a flash interview de Jorge Jesus, após o fim do jogo” e que, segundo eles, mostram “claramente que Javi García foi abalroado pelo jogador do SC Braga, Alan, antes do contacto do braço de García com o seu opositor.” Para já, estamos no bom caminho, pois parecem admitir que há um contacto do braço do espanhol com o opositor (ainda que seja curiosa a terminologia usada: “abalroado“, no caso de Alan, “contacto“, no caso de Javi). Mas a coisa não fica por aqui. Na capa de hoje, o jornal A Bola apresenta um frame das imagens a partir da tal câmara que filma de frente o lance. E é curioso que este frame é o da entrada de Alan, com a seguinte legenda: “São estas imagens da falta de Alan sobre Javi e da inexistência de agressão deste, não apresentadas na transmissão em directo do Sp. Braga- Benfica pela SportTV que estão a indignar os encarnados“. Mais: o site do jornal desportivo publicou ontem, ao início da noite, um artigo que titula “Vídeo mostra que Jesus tinha razão“, porque o vídeo prova que “Javi García foi antes vítima de falta por parte de Alan, sem que tenha agredido o adversário“. O vídeo, como podem comprovar em baixo, está incompleto, pois a câmara afasta-se no preciso momento em que Javi agride Alan. Assim se compreende que a estação televisiva apenas tenha mostrado estas imagens uma vez, pois nelas não se vê a agressão. O que A Bola e a direcção benfiquista estão a fazer, de forma vergonhosa, é colocar todo o ênfase na falta de Alan, que existe (mas nada de abalroamentos, meus senhores), querendo desviar as atenções do essencial, que foi a justíssima expulsão do espanhol. Veja-se o vídeo que suporta toda a argumentação vergonhosa daquela gente e tirem-se as conclusões:

Actualização: o vídeo já foi retirado do You Tube, mas entretanto surgiu outro, igual, que não permite embedding. Podem vê-lo aqui.

12 thoughts on “Até onde irá a pouca vergonha?

  1. Já se estava à espera. Ninguém do Benfica ía admitir a derrota no campeonato. Está a ser preparado há muito tempo. Desde Dezembro que o título era uma miragem, mas apostou-se em duas frentes: 1) futebol melhor, mais intenso; 2) preparar terreno fora de campo, através de declarações inicialmente avulsas, mais tarde sistemáticas, para justificar a derrocada desportiva de uma equipa que se publicitou como estando nos píncaros da qualidade. Sabendo da queda dos benfiquistas para procurarem vitórias morais em todas as derrotas, a estragégia 2) foi uma excelente opção defensiva de Vieira perante a insatisfação os adeptos. Sem se dizer a coisa preto no branco, insinua-se e planta-se a ideia na cabeça frustrada dos adeptos vermelhuscos que o Benfica merecia ganhar um campeonato que nunca liderou, porque joga um futebol mais bonito e até foi roubado. Claro que o fanatismo e a frustração de quem se achou o melhor do mundo, leva a que se acredite haver uma profunda injustiça em não ganharem o campeonato, escamoteando uma realidade de esmagador e cristalino domínio por parte do FCP desde a primeira jornada. Fazem lembrar o patético e patusco ministro da informação de Saddam Hussein. O FCP está a 11 pontos (não são 3, nem 5), esmagou o Benfica por 5-0 em casa, não tem uma única derrota no campeonato, tem o melhor ataque e a melhor defesa. Querer contestar semelhante supremacia com os golpes de feira habituais de Vieira & Co. só aumenta a já de si rotunda humilhação do benfiquismo.

    Gostar

  2. brilhantes comentários, grande post Guarda, mas pessoal, depois do ex-árbitro do exército dizer isto(um árbitro que tanto respeitam) é preciso dizer mais alguma coisa?

    http://www.youtube.com/watch?v=uk5dBCnExYA&feature=related

    é o mesmo video do vand'alho, só agora é que reparei, mas explica lá tudo, aliás explica também que no caso do Anderson, não é preciso haver premeditação no lance, ou intenção, como diz o árbitro “insuspeito” agressão é agressão.
    E explica que o arbitro assistente já tinha levantado a bandeirola antes sequer do banco do Braga se levantar, impecável este video, mesmo na cara dos vermelhuscos, temo que este árbitro já não vai ser chamado para a TVI para a próxima vez, apostas?

    minuto 1.43 sobre o banco do Braga
    minuto 0.41 onde se diz que a agressão não é deliberada, assumindo portanto que é agressão, eheheh estes gajos são tão cómicos 🙂

    Gostar

  3. Uma actriz porno argentina, em forma de protesto contra as arbitragens que, segundo ela, prejudicam o seu clube, o Old Boys, resolveu tirar a roupa.
    Até acho uma forma engraçada de protestar.

    Mas pensando melhor, e se a Leonor Pinhão se lembra de fazer o mesmo?!!

    Porra, até me deu uma taquicardia só de pensar nisso.

    Sai pensamento mau, sai!!!!….

    Gostar

  4. Caríssimos,

    Já que o Ribeiro falou na Pinhão, lembrei-me do seu marido realizador, o nervosinho Botelho. Nunca mais apareceu, com aquele aspecto que certamente lhe proporcionaria facilmente um lugar no elenco do ” Dawn of the dead “

    João Botelho cujos filmes são tão deprimentes que, desde Maio de 2009, passou a ser patrocinado pela Sociedade Europeia de Eutanásia.
    Mas será realmente surpreendente que o Botelho mostre permanentemente aquele ar angustiado ? Não se esqueçam que ele é casado com a Pinhão. Com a Pinhão , que, como é sabido, para a depilação usa uma moto-serra.

    Para já não falar do outro chineasta o APV. Alguém teve a felicidade de o ver no Trio d'Ataque desta semana. Foi o delírio total. E, o momento culminante da noite foi quando sacou de um artigo com 4 anos e o tentou passar como se tivesse sido escrito agora. Quando o Miguel Guedes , rindo-se, revelou esse facto e o locutor o confirmou, o representante do Sporting nem queria acreditar. Ficou a olhar de boca aberta para o chineasta que o tinha apresentado como se tivesse acabado de ser publicado.

    Mas acima de tudo lanço daqui um apelo: quem conheça elementos das claques portistas, convença-os a fotocopiar a 1ª página d'a Bola de Agosto, salvo erro,que trazia, em letras garrafais, as declarações do nosso potatoe head favorito: ” Campeão a sério não ganha só 1 Campeonato “. E, na Luz, quando o Porto lá fosse jogar, lançariam essa obra de arte. Não tinha mal nenhum, afinal a turba vermelha adora os discursos do Vieira.E ficaria assim estabelecido que o benfas não é um campeão a sério. E, quem o disse, foi o Orelhas!

    Gostar

  5. Estava a ver a notícia sobre a manifestação da “Geração à Rasca”. E no meio do desfilar de participantes no Facebook vejo lá um gajo com um cachecol do Benfica.
    O tipo devia estar enganado.
    Deve ter percebido que era a manifestação da “Geração Panasca”…

    Gostar

  6. Quem te faz lembrar o Rui Gomes da Silva, dirigente do 2º classificado?

    A) Tareq Aziz Ministro do Sadam
    B) Josef Goebels, Ministro do Hitler
    C) José Sócrates Primeiro Ministro

    Este incendiário é que é o mentor deste processo de tratamento da informação na comunicação social. Pressionam os jornalistas para dizerem o que mandam.
    Onde é que eu já vi isto?

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s