Faltou quase tudo

Em primeiro lugar, é bom que se diga que este jogo foi um daqueles em que o resultado final dependeu mais das acções do perdedor do que do vencedor. Os vermelhos fizeram a sua parte, entraram com mais cautelas e, sobretudo, com atitude, pressionando a saída da bola da nossa defesa. E foi assim que começamos a perder esta partida.

Se dependesse de mim, o Maicon teria queimado a sua última oportunidade: 2 jogos “grandes”, duas falhas graves – é demais, mesmo para quem já viu o Pepe fazer pior e tornar-se um dos melhores centrais do mundo. O argentino estava lesionado e ficou no banco?

Adiante. Com um golo caído do céu, o SLB fez mais do mesmo, defendendo sempre no nosso campo, queimando tempo (coisa que o senhor de preto permitiu de uma forma escandalosa) e saindo em contra-ataque. O Porto fez duas ou três jogadas de perigo, James falhou um golo fácil, e o intervalo chegou com um 2-0 que resultou de mais uma bola perdida à entrada da nossa área, de um pontapé feliz e de o Helton ter muita gente na linha da bola.

Esperei que começássemos a segunda parte com outra atitude – estava enganado: mesmo com o Rodriguez mais velho em campo muito pouco mudou. E tendo em conta que o SLB jogou 30 minutos em inferioridade numérica, a derrota tornou-se ainda mais ajustada ao que se passou em campo.

Mesmo com uma expulsão perdoada ao Cardozo e com um presumível penalty sobre o Bellushi (cuja substituição que não percebi), não foi por causa do árbitro que perdemos. É verdade que deu uns míseros 4 minutos de desconto quando só a expulsão do Coentrão e a “lesão” do Peixoto pararam o jogo durante 8 minutos, mas se nós não fomos capazes de criar uma verdadeira oportunidade de golo em toda a segunda parte será que poderíamos marcar só por o jogo durar mais 5 ou 6?

O que ficou à vista é que sem Falcao não somos a mesma equipa (porque o Hulk perde influência no jogo), que não existe Walter nem alternativa credível para o brasileiro, e que o Sereno não comprometeu mas foi, como era de esperar, uma nulidade em termos atacantes. Quem se salvou do naufrágio foi o Sapunaru e o Varela, que no seu jeito trapalhão foi criando algumas dificuldades. Hulk teve dois remates bons mas voltou a perder-se em jogadas individuais. O meio campo esteve pouco criativo, perdeu quase sempre os ressaltos e a troca do Bellushi pelo Guarin retirou do campo o único homem inconformado.

A maré vermelhusca vai crescer e é preciso que o FCP seja capaz de resistir à onda. 11 pontos devem bastar mas é improvável que venhamos a conseguir atingir a final do Jamor.

Anúncios

12 thoughts on “Faltou quase tudo

  1. Pôncio discordo de várias coisas deste post, a começar pelo final, então estamos a perder 2 zero ao intervalo e já pensas em desistir? parece que perdemos alguma coisa além de prestigio na nossa casa? os lampiões fizeram a façanha de ganhar no Dragão e vão-se encher o mais que puderem, mas quem diz que não podemos fazer o mesmo na Luz? com esta equipa num nível aceitável, com o Álvaro Pereira e o Falcão no 11, com o Varela a 100% e o Hulk a jogar para a equipa, com Otamendi, com o Beto na baliza porque já estou farto de ver o Helton a dar patos nos jogos importantes, foi mais uma para a conta(tudo bem que defendeu o 3 a zero, mas isso já vem depois do prejuízo, precisamos de um gajo fiável na baliza e não de um malabarista de dia-sim-dia-não) se a equipa, como espero se apresentar assim daquia 3 meses na Luz então não podemos golear outra vez os bisitantes? muita coisa vai mudar até lá, isto foi apenas um beliscão para acordarmos a tempo.
    Já estava um bocado apreensivo e esperava um empate com golos, e assim não foi porque, como o dizes e bem, não tivemos atacante, eu até era para escrever aqui no blog completando a frase do guardabel do post anterior”…se Deus quiser com o Falcão.” assim não foi e vamos para a 2 mão com um défice de 2 golos que contra esta equipa de joaninhas não é nada, basta ver que o Nacional, Olhanense, Shalke, Lyon, Académica, deram 2 ou mais golos aquela equipa na Luz.

    Gostar

  2. Qual a razão de termos perdido? só vejo uma.
    Tirando todas as outras do jogo, se deviam ter sido outros a jogar, se a culpa foi deste ou daquele, ou do árbitro, ou da tardia movimentação no jogo de Vilas-Boas, não, para mim a razão foi uma única e simples, e esse é o ponto alto e baixo desta equipa encarnada, jogo psicológico.
    Como Vilas Boas disse e bem que acredita nele, tb eu acredito, uma equipa é capaz de tudo se estiver motivada, foi o caso aqui, mas não porque o clube do Alto dos Moinhos queria a vingança às consecutivas derrotas que a nossa(mesma equipa) lhe impôs nos últimos tempos, isso não chegava para o que o Benfica fez em deixar o Porto a seco em casa, o segredo esteve na defesa, uma defesa altamente motivada(com os devidos erros do arbitro, não falo nisso, isso é habitual, tb acho que houve erros para o nosso lado) Luisão que tinha sido um dos culpados do 5 a 0 quis limpar a sua imagem de má forma no início da epóca, Sidnei quis brilhar na vaga de David Luiz, Coentrão foi ainda melhor e anulou quase por completo o Hulk(que se não fosse a fussice talvez o resultado seria outro) e a única razão para a defesa do Benfica e a sua equipa no geral terem-se sacrificado como já não se via à muito para aqueles lados foi simplesmente porque perderam uma peça fulcral da sua equipa(David Luiz) e quase como em homenagem ao colega deram a vida neste jogo, bem, isso e também o facto que ao verem o colega a ir para o Chelsea nao quiseram ficar atrás e esmeraram-se por mostrar que também eles têm qualidade para ingressar noutros clubes de topo, não há dúvida nenhuma quanto a Coentrão, e Maxi Pereira é um titular indiscutível da selecção do Uruguai que só um Fucile em forma pode vir a tirar o lugar.
    (caso para falar também do “novo” guarda-redes do Benfica que fez um bom trabalho, aonde é que anda a galinha que tantas alegrias nos deixou?)
    mas continuo a achar que o factor psicológico foi determinante nesta partida, o Benfica jogou organizado e defendeu muito melhor do que o Porto, e ao contrário do que nós pensávamos a saída do David Luiz fortaleceu-os a curto prazo, agora claro que mesmo com todos os nossos erros o Benfica continua a ser uma equipa inferior à nossa, nota-se à distância, aposto que os resultados deste esforço tremendo se irão notar já no próximo jogo, enquanto que o Porto irá retificar os erros e espero eu levantar-se do chão, temos o Sevilha já aí à porta,

    Gostar

  3. relembro que o Benfica já vinha em crescendo para este jogo, não foi uma surpresa, mas isso não muda nada de eles serem a equipa que são, estarem no clube que estão, terem o presidente que têm, terem a imprensa e os media a cobrir todos os erros deles, Antena 1, Record, Bola, RTP, SIC, TVI, tudo a puxar para o mesmo, tudo iludido com o vermelho a tentar iludir os outros, até lá fora com os emigrantes, e em canais franceses, tudo, tudo, tudo a ver só uma cor, e é nesse momento que nós puxamos da nossa honra, do nosso orgulho e respeito pelo FCP, e não os contradizemos, deixemo-los inchar com a vitória ao intervalo, deixemo-los falar, e gritar, e exasperar, em monólogos que eles é que são os maiores, porque os jornais deles dizem assim, porque as televisões deles dizem assim, já sabemos que isto é assim dé lá por onde der, porque como diz o próprio Ricardo Araújo Pereira «uma coisa é ser benfiquista e outra é saber ver as coisas, ou bem que se é um, ou se é o outro», já estamos habituados a que não passem as imagens das nossas injustiças dentro de campo, já estamos habituados a não sermos defendidos na praça pública, por isso é que temos o Dragão ao peito para nos defender, e seguimos em silêncio, porque o desprezo é o que se dá às pessoas que não têm importância na nossa vida, e de certeza que daquia 3 meses, com Falcão, com Álvaro Pereira, com menos pressão, com a revolta do que se irá escrever e dizer até lá, com uma equipa motivada e rotinada(não é estar sempre a mudar a posição do Hulk, e a mudar os parceiros de ataque do Hulk, e a fazer a equipa a pensar no Hulk, eu sei que é mais fácil, mas não é assim que se fazem equipas, é assim que se descansa à sombra do génio de um jogador, o FCP não é o Hulk) e quando os nossos jogadores os tiverem no sítio, que compreendam que nós não somos o clube da capital, e dos flashes, e das revistas cor de rosa, e das passereles e das primadonnas, e que não interessa estar a dominar o jogo e a massacrar incessantemente os adversários, que quando eles passam o nosso meio-campo aí é que os comentadores começam a ficar galvanizados, aí é que começam os fotógrafos e as câmaras a fazer zooms para apanharem um golo na nossa baliza, e se não for golo é um penálti que ficou por marcar, ou uma agressão que só eles viram mas que depois mostram as provas quando já não for de interesse público e quando já não houver provas para provar o que quer que seja.
    E que neste clube dê por onde der temos todos de lutar para o mesmo, porque só somos invictos se estivermos juntos e inabaláveis, na defesa, no ataque, e no meio-campo, porque somos uma comunidade liberal e não um estado autoritário, porque nos respeitamos mesmo que estejamos contra as decisões de cada um e as opiniões de cada um, porque nos momentos mais difíceis levantamo-nos para alcançar algo mais grandioso, porque ainda a eliminatória vai a meio, e acredito que temos todas as capacidades para ganhar a taça pela primeira vez 3 vezes seguidas, e porque temos de apoiar esta equipa para a tornar-mos numa das melhores da Europa, agora mais do que nunca temos de acreditar na reviravolta e nesta equipa.

    Gostar

  4. P.S.:Ainda nada está perdido, Vilas Boas tem de unir a equipa e acabar com os egocentrismos, e voltar a ter um modelo de jogo que funcione, já vimos que este sem avançado-centro não vai a lado nenhum, de que adiantam os laterais correrem e centrarem se não está lá ninguém? Aliás, o facto de não haver avançado centro, não facilita o trabalho todo da defesa adversária?…

    Gostar

  5. Não estou de acordo com nenhum dos que aqui comentaram até agora, nem com o Pôncio. Lesões importantes à parte, o problema do FCP foi bem identificado pela criatura oleosa que comenta na SIC Notícias: “meltdown” do meio-campo. Se o trio Bellushi, Moutinho, Fernando não carbura com velocidade, acerto, nem defende com acutilância, os Maicons ficam a descoberto e os Hulks entregues a inglórios individualismos. Com Villas Boas a fazer a equipa jogar apenas 45 minutos em alto rendimento há vários jogos a esta parte, era de esperar este desfecho. Tanto resguardar a equipa foi o alarme para um desgaste prematuro do núcleo duro que compõe a base de Villas Boas. Estão rotos e não temos alternativas. A isso, acresce o facto de estarmos sem ala esquerda e com Falcão condicionado. É uma verdade incontornável a melhoria do Benfica em relação ao último jogo, mas não ouvi nenhum dos comentadores afirmar que o FCP também não é o mesmo do jogo dos 5-0. Com o meio-campo a funcionar, Álvaro Pereira e Falcão em campo, outra música soaria e tenho sérias dúvidas de que o Benfica conseguisse sequer um empate.

    Este jogo teve a virtude de colocar em evidência os defeitos do nosso plantel e da urgência em aplicar alguns puxões de orelhas. A saber, a falta de alternativas viáveis para as várias posições fulcrais, o enorme fosso de qualidade que separa a defesa do meio-campo e ataque, e a atitude de Hélton, imprópria dos elevados padrões de concentração que se exige a um jogador do FCP. A solução? Muito difícil e só é passível de ser implementada durante uma pré-época: reestruturar o plantel. Dessa forma, só nos resta fazer jus à alma de Dragão, passar por cima das limitações e vencer por superação a tudo isso. Não está fácil.

    Gostar

  6. Bom dia,

    Ontem foi mesmo dia de Ofertório de Villas-Boas e dos nossos Jogadores a Jesus …

    O Benfica pressionou e lutou para vencer, e teve a felicidade do jogo, pois Varela e James falharam 2 golos na primeira parte de forma inacreditável.

    O Benfica entrou melhor tacticamente no jogo, e com uma pressão sobre a nossa linha defensiva, e sobre Fernando, levou a que a ocorressem erros que permitiram chegar aos 2 golos.
    Foram anormais os constantes atrasos de bola dos defesas a Helton.
    Notou-se nitidamente a falta de um ponta de lança, para a determinada altura do jogo encostar Hulk à linha, para esconde-lo à marcação.

    Hulk só em remates de longe e pequenas jogadas de entendimento criou perigo. Foi bem marcado pelos 2 centrais do Benfica.

    Destaque para a nossa ala direita. Sapunaru e Varela estiveram muito bem no jogo, e foi por essa ala que criamos as melhores oportunidades.

    Maicon esteve péssimo, não compreendo a titularidade em detrimento de Otamendi, que estava a afirmar-se na equipa.

    Paulo Baptista, fez uma arbitragem ao seu nível … péssima, mas sem qualquer influência na justiça da vitória do Benfica.

    Nos festejos de Coentrão junto dos adeptos, esqueceu-se de lhe mostrar o amarelo. Júlio César perdeu imenso tempo nas reposições de bola, e devia ter levado amarelo ainda na primeira parte.
    Depois mostrou imensos amarelos a atletas do Benfica e Porto injustificados, e Javi Garcia que deu porrada de criar bicho terminou o jogo, e Cardozo que deu mais uma cotovelada, não foi expulso.
    Foi uma sinfonia do apito, que travou muitas vezes o ritmo do jogo.

    O Benfica tem a gaiola e o pássaro na mão … resta-nos “acraditar” e na Luz roubar o pássaro.

    Abraço

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com/

    Gostar

  7. Como a possivel não terem contratado um ponta de lança em Janeiro, já todos viram que o Walter não serve, nem alternativa para o banco é!quem foi o responsável pela sua compra, relembro 7 milhões de euros por 50 % do passe. Não teria sido melhor deixarem,-se de merdas e ter pago os 400 mil ao maritimo pelo kleber? O jogo de domingo com o rio ave vai ser muito importante, um mau resultado nesse jogo poderá ser o fim. Neste mês de Fevreiro já vimos voar a taça da liga e a taça de Portugal (virar um resultado de 0-2 é muito dificil) e também não me acredito que consigamos vencer o Sevilha! Depois dos 5 – 0 nunca mais jogamos nada!

    Gostar

  8. Derrota merecida pela falta de organização, lentidão, falta de dinâmica, displicência, deserto de ideias e ineficácia.

    Foi penoso ver tantas falhas comprometedoras e de palmatória. Vulgaridade absoluta frente a um adversário fraco, que se limitou a pressionar alto e tirar proveito dos sucessivos erros adversários.

    O FC Porto demonstrou estar a atravessar um período periclitante, não conseguindo disfarçar as faltas de Álvaro Pereira e Falcao.

    A eliminatória ficou praticamente decidida.

    Um abraço

    Gostar

  9. Um apontamento aparte. Alguém conhece este blog infiltrado http://souportistacomorgulho.blogspot.com/ ?

    Já acompanho o blog há mais de 2 anos no google reader, portanto faço uma moderada ideia do que estou a falar. Volta e meia o autor lá se descose e nota-se nitidamente o vermelho por baixo do aparato. Segundo percebo, há uma associação qualquer ao Colectivo Abrantes (há um link para o blog Câmara Corporativa em todos os posts, blog anónimo de assessores do Governo, conhecido na blogosfera por fazer, sob a capa do anonimato, o trabalho sujo e indelicado que o Governo e PS não querem fazer) portanto já se está a ver a estirpe destes merdas.

    O blog faz ponto de honra de tentar minar toda e qualquer doutrina mainstream, digamos assim, do FC Porto, fazendo-se passar por um adepto que não vai com a manada enquanto se desfaz em críticas e ridículos a tudo quanto é jogador, treinador, director, responsável ou projecto do FC Porto. É relativamente frequente, a título de exemplo, ridicularizar os posts “Labaredas” no site do FC Porto e referir-se a eles como fogachos. O presidente e treinador do Porto são quase sempre ridicularizados nos posts, os jogadores mais mediáticos reduzidos, as arbitragens em nosso prejuízo menorizadas,.. isto é praticamente certo em todos os posts. Quando há um post mais abonatório, se repararem, há sempre uma referência súbtil de mouro aziado a qualquer coisa para cortar na moral.

    Fora isso, é o assessor mouro normal, muito pouco para fazer, tem tempo para transcrever todas as crónicas do MST, FJV e Álvaro Magalhães para tentar manter a capa, tem tabelas para tudo, estatísticas até meter nojo e pronto. Mas para quem acompanha a página há muito tempo (e o próprio autor já fez referência ao receber vários mails a acusá-lo de ser infiltrado, portanto não fui o único a reparar), não engana.

    A minha proposta é que os blogs que têm um link para a página deste(s) retardado(s), que nem comentários permite (já o Câmara Corporativa também os selecciona antes de publicar, o que é muito raro em blogs do género) o retirem logo que possam ou em alternativa o movam para uma secção aparte – pá sugestão top of mind “Encornados em Crise Existencial”, “Milhafres Confusos” não sei.. isto para que os adeptos tenham noção do que ali se passa e se corte o fluxo lá.

    Muito obrigado.

    Gostar

  10. João,
    Comentário pertinente.Qualquer blog vermelhusco não faria melhor do que esse blog supostamente Portista.
    Desde logo não permite comentários,tipo salazar de outros tempos.Nada está bem nas nossas hostes,é o presidente que trata por jorginho,o treinador está constantemente a ser criticado,para não falar nos jogadores.
    Não será altura de por esse gajo a falar sozinho?Simples,anulando o link que leva ao engano.Quem não se sente,não é filho de boa gente!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s