Flash-Moretto

Acabei de ver o Jorge Atão Xau Jesus a falar na flash-interview sobre o atraso pontual no campeonato em relação ao FCP. Mas então as flash-interviews não eram só para falar do jogo em questão? Já não percebo esta coerência galinácea. Quer dizer, perceber percebo. É a mesma coerência que os leva a apelar ao boicote dos adeptos aos jogos fora (pelo jogo de hoje, parece é que estão a boicotar os jogos em casa) e depois a abrir uma excepção cirúrgica para o Dragão. Pelo menos foi por uma boa causa: ver futebol de excelência.
Futebol de excelência nunca poderá ser uma expressão que possamos associar a Moretto. Quando pensamos em Moretto, expressões como “bufardo no aeroporto” ou “és grande, mas não és grande coisa” são muito mais recorrentes. O jogo de hoje foi decidido a tempo, antes do intervalo, não fosse a coisa correr mal (ah, e aquele golo anulado ao Olhanense… não sei, não…) e quase que “lacrimijei” quando vi o Moretto, no final, a confraternizar com os adeptos galináceos. Foi bonito! Isto é fair-play, meus amigos!

4 thoughts on “Flash-Moretto

  1. Pegando numa musiquinha que se cantava no verão a propósito de um gelado:
    “Um Moretto pra tiiii! Um Moretto pra miiiiim, olááá, oláááá´”

    Sim, um jogador em campo a jogar por dois clubes é fantástico.
    Como é mesmo aquela história dos jogadores emprestados pelo Porto? Como é, mesmo?…
    Vá lá, expliquem-me como funcionam os empréstimos de jogadores…
    Mas não falem do SLB, pois esse não empresta jogadores a ninguém.

    Gostar

  2. E o Ernesto Ferreira da Qualquer-Coisa, do clube dos aristocratas falidos, consegue escrever uma página inteira a tecer loas ao Sporting na Europa.
    Diz ele que o SCP pode chegar à final Liga Europa.
    Pois pode.
    Mas também pode não chegar. Penso que neste caso há duas opções possíveis e ele está a dar uma delas.
    Uma mente brilhante.
    Mas o que é mais paradigmático da forma de estar dos Calimeros no futebol é o facto dele não referir em lado algum o lance de andebol que lhes permitiu vencer o jogo.
    “Sporting na Europa, blá blá blá”, “Centésima e não sei quantas vitória blá blá blá”.

    Mas sobre o lance fajuto do golo…nada!

    Para quem ainda hoje consegue dizer à boca cheia que perderam um campeonato por causa da mão do Ronny no jogo com o Paços de Ferreira, não está nada mau em termos de coerência.

    Sporting, o nosso clube chorão preferido.

    Pelo menos o Joel Neto, fervoroso Sportinguista, tem o desassombro de dizer que o Sporting está ao mesmo nível do Guimarães.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s