Cebola mole e campeonatos ganhos em Novembro

Um problema por resolver

Antes de passar ao jogo de amanhã, algumas palavrinhas sobre o resultado de quinta. Aquele empate não decorreu somente da irresponsabilidade do uruguaio. Aliás, o Porto estava a jogar em ritmo de passeio, como se este jogo não contasse para coisa nenhuma. Mas, se contasse, será que o Rodriguez seria titular? E esta é a questão fundamental: o que vale actualmente o Cebola?

A resposta óbvia é: muito pouco. Tendo sido um elemento fundamental da equipa na sua primeira temporada de azul e branco, passou a época passada entre lesões mal curadas e recaídas, ficou fora do Mundial devido a uma expulsão e desde então não tem acrescentado nada à equipa, excepto peso na folha salarial. O facto de ter mais oportunidades de jogar do que o Ukra só pode ser justificado pelo respectivo salário e pelo suposto estatuto que ostenta. Era capaz de ser boa ideia emprestar o homem na segunda metade da época.

Acabar de vez com a treta

Já estou farto de ouvir dizer que o jogo de domingo “não é decisivo”, que “não se ganham campeonatos à décima jornada” e outras meias verdades afins. Deixemo-nos de rodeios: vencendo este jogo, o FCP acaba com a temporada do Benfica e como os outros estão ainda Mais longe, dá um passo enorme no sentido de ser o campeão 2010/2011. Ou melhor, uma vitória amanhã significará que os outros deixam de ter aspirações justificáveis. Daí para a frente teriam poucas possibilidades de vencer; o Porto é que continuaria a ter a possibilidade de perder… fazendo muita asneira ou perdendo metade da equipa por lesão.

O cenário inverso é perigoso, seriam apenas 4 pontos de diferença e uma presumível desvantagem directa. Com a onda a crescer, muitos campos deste país ficariam ainda mais inclinados, muitas decisões fora das 4 linhas empurrariam os vermelhos para a frente, em suma, para ganhar o campeonato, qualquer clube português que não se chame Benfica precisa de ser mesmo muito melhor do que o dito. Nós também.

O empate deixa tudo na mesma excepto a vantagem psicológica, que deixa de estar do nosso lado – com a época que temos feito e com os nossos jogadores mais determinantes em boa forma, empatar com o SLB é uma meia derrota. Pode não ser muito negativo mas é muito frustrante.

Amanhã é uma final. Se vencermos, quase tudo estará decidido. A partir daí começareis a ver com maior assiduidade as páginas da Bola e do Record cheias de supostos craques supostamente dispostos a vestir a camisola do SLB. E será assim até Agosto, para entreter os tolos e vender papel.

Anúncios

4 thoughts on “Cebola mole e campeonatos ganhos em Novembro

  1. A cidade a ferro e fogo! Num dia ensolarado estou farto de ouvir sirenes. O aparato nas imediações do estádio deve ser magnífico, digno que um qualquer teatro de operações da NATO.

    E ainda faltam umas horas para começar o jogo…

    Cuidado com os festejos logo à noite, pois podem julgar que estamos a agredir – verbalmente – a equipa dos lampiões e para além de nos castigarem desportivamente ainda arriscamos a levar umas vergastadas da polícia. Sim, porque parece que veio polícia da capital do império para proteger a equipa do regime.

    Haja vergonha. Não há nenhum sítio onde eu possa dizer que, como contribuinte, não pago a deslocação desses agentes da lei ?

    Gostar

  2. Rodriguez, Mariano e Guarín, para mim, estão a mais no plantel e a Sad deveria encontrar rapidamente uma saída para esta situação.

    Rodriguez ganha uma fortuna, não joga uma peida e está a atrasar a inclusão do James que me parece muitíssimo mais útil e promissor.

    O Mariano, creio que nem vale a pena apresentar argumentos sobre o fetiche do Jesualdo. Temos lá o Ukra que é da cantera, jovem, promissor e muito mais jogador.

    O Guarín acaba por ser um jogador que até tenho pena de incluir nesta lista mas o problema é que não me parece que venha a ser um Moutinho ou um Micael e está a retirar espaço ao Castro, que tal como o Ukra, é da casa, transborda talento e tem apenas 21 anos e um futuro brilhante pela frente se não for tapado por jogadores vulgares..

    Se conseguíssemos obter três negócios pelo menos razoáveis com estes três jogadores, poderíamos investir de vez num lateral direito de qualidade indesmentível porque começo a ficar farto da vulgaridade do Fucile e do Sapunaru.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s