Ela também vem?

Aqui está o Gladiador, que vai pôr em sentido todos os túneis do nosso futebol e espalhar terror pelas grandes-áreas adversárias. A repórter desta entrevista chama-se Débora Favarini, e é a actual esposa do nosso goleador. Espero que o Kléber nunca esteja cansado para jogar e marcar pelo tetracampeão!

Anúncios

29 thoughts on “Ela também vem?

  1. Afinal há petróleo carago!Não é só fruta com chocolate e quinhentinhos! Norte de Vermelho e Branco tem sempre mais encanto Benfica no Norte é muito para além da morte! BENFICA BENFICA BENFICA BENFICA AMOR SEM IGUAL Acreditem é isto que falta no vosso clube. Engraçado este ano tão mal na bola e é só bastidores e de repente é tuneis, é tudo. O ano passado nunca houve problemas, para quê não era preciso destabilizar!

    Gostar

  2. A propósito esta mulher do Kleber é uma coisa de cortar a respiração. Vão à tertulia benfiquista ver o que é um mega blog,entre muitos outros da blogosfera encarnada (faz parte do colo cibernético além do apoio massivo em Portugal e por esse mundo fora nem que se fique em terceiro)

    Gostar

  3. Veremos se este Kléber consegue vingar no nosso FCPorto. Temos vários casos que não resultaram, talvez até pela falta de oportunidades. O Bolatti pareceu-me um jogador com grandes potencialidades e não vingou. O Péle também não e foi pena porque o rapaz tinha muita capacidade para transportar a equipa para a frente. Nesse ano teve o azar do Fernando estar em grande, o que não sucede este ano. Espero também que o deixem jogar um pouco, pois já estamos fartos de jogadas nos túneis. Aliás, deve ter sido uma das razões que levaram à aquisição do jogador, uma vez que o Hulk não joga mais esta época e neste país de bananas bermelhos ele está arrumado. Já viram a quantidade de faltas que ele faz?! Smpre que há carga de ombro é falta do Hulk. No ano passado não era falta, este ano é. Engraçado. A força não conta. Agora levar porrada ele levou sempre e poucos cartões foram mostrados. estou mesmo convencido que o Hulk se vai embora porque simplesmente não o deixam jogar. É o que temos.

    Agora o nosso amigo aquila, que resolveu vir para aqui mandar umas postas de pescada. Pescada não, porque na capital do império nem sabem o que isso é, comem peixes pequeninos. Isto apesar de receberem milhões atrás de milhões de euros que seriam para as outras regiões e por artes de mágica ficam por lá. Presumindo que és do Sul. Se fores do Norte pelo menos sabes que se come bem por cá apesar da constante roubalheira do estado.

    Nunca fui a blogues dos adversários do meu clube, porque não me interessam. Já a visita de adeptos dos nossos adversários a blogues afectos ao FCPorto são frequentes. Devem existir algum conflito de personalidade ou complexo de inferioridade.

    Amor ao clube?! Já reparaste se são os adeptos do clube do regime que realmente escolhem esse clube ou são condicionados a escolher esse clube. Com a quantidade de lixo que debitam todos os dias acerca desse clube que agora tem uma fundação (diga-se de passagem que uma fundação é meio caminho andado para lavar dinheiro proveniente de origens estranhas, como doacções…mesmo que sejam sob o nome de pagamento de serviços ou lá o que é que justificaram na oferta de 65 milhões euros ao clube do regime) ?

    Os Portistas não passam por essa lavagem cerebral, até porque nem têm canais ditos públicos que apenas se preocupam em vangloriar o clube da capital do império.

    Gostar

  4. Já o disse mais que uma vez que os lampiões este ano estavam a jogar muito mas muito melhor que o FCPorto. Mesmo quando começaram a colocar em causa o ritmo de jogo que tinham, que era de coisas que tomavam, etc, eu dei isso de barato, pois o FCPorto do Mourinho tinha um ritmo idêntico e não tomavam nada. Mas não tomavam MESMO senão já se sabia, pois o FCPOrto deve ser o clube na Europa que mais vigilância sofre. O que ponho em causa e como eu os portistas são as jogadas de bastidores que nem sequer o chegam a ser. São tão às claras que faz confusão. Por exemplo, não se entende como podem estar gajos a provocar os jogadores no túnel de acesso aos balneários e pagam uma multa pindérica e – pasme-se – nem sequer ficam proibidos de lá voltar. Já os jogadores levam castigos do caraças; Não se compreende como ninguém consegue ver a agressão no túnel no jogo de 2008; Não vêm as agressões dos jogadores lampiões durante os jogos; Vêm todos os castigos possíveis e imaginários para os seus adversários e ESPECIALMENTE para o FCPorto; Não se compreende a necessidade de manter o PC calado invocando esta ou aquela intervenção. O mesmo não se passa com o chulão do vosso presidente que diz o que lhe apetece; Não se compreende como deixam apedrejar de um viaduto um autocarro e um automóvel e não se fala mais disso; Não se compreende oprque agora andam a levantar todos os problemas que podem ao Braga. Não compreendo como podem fechar os olhos ao que o Rúben disse ainda como jogador do Nacional acerca do jogo em que perderam 6-1 na capital da cerveja. Ninguém investiga porque não convém.

    Sabes aquila, para quem não tem os olhos vendados, estas coisas são difíceis de compreender. É que assim o clube do regime é realmente levado ao colo até ao título. Não é por mérito próprio. É por falcatruas que se irão listar daqui a vinte anos. Mas nós podemso ir já tratando de fazer uma recolha comparativa, para que fique para a posteridade.

    Gostar

  5. Tens razão, Aquila: o Benfica é o clube do amor, como ficou demonstrado com a célebre escolha de equipamentos cor-de-rosinha.

    Quando uma pessoa é adepta de um clube que não ganha nada e vive de recordar, socorre-se destas subjectividades para se fazer melhor: – o Benfica tem mais amor, o Benfica é mais lindo, o Benfica é mais do agrado de Deus, o Benfica ajuda a descobrir o ponto G, o Benfica é mais místico, o Benfica é mais Benfica, etc.

    Agradeço a sugestao do blog vermelhusco, mas, como deves calcular, eu nao leio blogues desses. O auto-masoquismo não é prática de meu gosto. Quanto ao facto de insinuares que a adesão esmagadora ao blogue, e à “causa” benfiquista, são manifestações de “amor”, estamos conversados. Comportamentos em masssa raramente têm que ver com sentimentos tão íntimos, como o amor. É uma impossibilidade matemática. Além disso, como dizia Nelson Rodrigues, vivemos na “época do idiota”, em que este descobre que está em maioria e reclama o governo das coisa, depois de passar toda a História babando-se na gravata.

    Há aqui uma diferença de visão, em que os benfiquistas saem claramente a perder. A sua noção actual de grandeza desportiva é francamente socialista, no sentido mais propagandista e alienante da coisa. A glória do clube assenta na invocação simbólica do passado e nas manifestações megalómanas extra-desportivas. É o clube da carneirada.

    O FCP já é coisa mais fina, mais aristocrática. A sua grandeza assenta no resultado desportivo, com altivo desprezo por tudo o que lhe seja anexo e não confirme algum resultado prático. Fora do apoio normal que se espera a um clube tão grandioso, há uma atitude de hilaridade e certa estupefacção, perante fenómenos “espontâneos” como as “ondas vermelhas”, “as operações coração”, etc.

    Pode ser que o Benfica seja o clube do povo, mas o FCP é o clube da nata do povo. Tenha bom gosto.

    Gostar

  6. Caro “A-Pila”,
    A “eugenia” futebolística com que os adeptos da galinha tentam justificar a sua superioridade é enternecedora.
    O “povo eleito” do futebol nacional, tem tudo:
    o maior estádio, o maior número de adeptos, os blogues mais maravilhosos, o presidente com melhor bigode. Tudo serve para justificar a grandeza.

    E têm também 2 campeonatos em 18 anos, um taça europeia ganha há mais de 49 anos e 65 milhões de Euros com que construíram o estádio que deviam devolver ao contribuinte português.

    Gostar

  7. Pessoal apreciei as vossas respostas e dei um saltinho neste blog porque acho que discutir com pessoas diferentes em termos clubisticos ou outra natureza que seja pode sempre ser enriquecedor nem que seja para ficarmos na mesma ou seja mais convencidos da nossa ideologia. Tanto Benfica como Porto são duas grandes instituições mas de cariz diferente e seria bom que pudessem discutir anualmente o campeonato sem guerras de bastidores que sinceramente nao deixam isento nenhum dos lados. Outra coisa sou nortenho e benfiquista com muito orgulho mas tenho o privilégio de olhar o nosso pais como um todo sem regionalismos bacocos. Ou julgais que o Porto é a Catalunha? Não tem a história, a identidade cultural e a pujança económica para entrar nesse tipo de analogias. A corrupçao neste pais é transversal a classes sociais e regioes e dai estamos conversados. So falo do Benfica e da paixão porque ver um jogo com mais de 50 mil pessoas num sabado como hoje num ambiente espectacular e com grande futebol só pode ser motivo de orgulho porque a mistica vem muito de uma grande massa associativa historica, sem fronteiras sociais geograficas ou etarias. E acreditem que por muito que desdenhem o Benfica tem desenvolvido um marketing perfeito potenciando a primeira marca global portuguesa do sec XX. A cena da aguia vitoria é unica? Porque e que não poem um dragao de komodo a entrar no Dragão? Saudações e olhem que o nosso pais precisa de se endireitar e a industria do futebol bem precisa de ajuda dos seus grandes clubes para ajudar Portugal a ser mais respeitado e mais forte lá fora.

    Gostar

  8. Caro Aquila:

    O dragão de Komodo é uma espécie protegida, da mesma forma que o são os piu-pius de rapina, que os benfiquistas tanto gostam de ver debicando fígados colocados em cima de um emblema do clube feito em esferovite. O senhor espanhol que fornece esse espectáculo, tão edificante do respeito pelos animais, até já foi preso no Algarve por tráfico de espécies protegidas e a sua carga apreendida pela PJ….

    Adivinhe-se lá: – não só se safou à condenação, como a sua actividade degradante prospera perante milhares de energúmenos fascinados, cada vez que o Benfica joga em casa. O amigo Aquila chama-lhe “marketing”, “espectáculo”. É natural, uma vez que está relacionado com o Benfica. Se fosse outro clube, seria uma degradação da civilização, a barbárie e divertimento estupidificante. Com razão, porque é isso tudo.

    Gostar

  9. Caro Andre Pinto:

    Queo dragão de komodo é uma espécie protegida já eu sabia, penso que percebeu que estava a ironizar. O facto de julgar a existência de uma àguia real da califórnia com 10 anos de idade como um espectáculo degradante, talvez devessemos fechar os zoos todos e circos deste mundo porque muitos animais às vezes estão mais protegidos em contacto com certos humanos do que à mercê de outros. De qualquer forma fica a saber que foi assinado um protocolo com a WWF no sentido de promover a protecção e desenvolvimento da espécie em espaço natural. Concerteza qe também acha a existência da fundação, o projecto Benfica faz bem (contacto dos jogadores com miudos nas escolas), a doação de sangue entre outras actividades como espectáculos bárbaros só porque são do Benfica. Criticar por criticar é muito fácil fazer algo é mais dificil não é verdade? Talvez o clube devesse ser multado por actos tão indignos e hipócritas.
    Para sua informação no estádio da Luz há assistências e espectáculos de orgulhar qualquer adepto e qual o mal disso? Adjectivar milhares de pessoas como energumenos é que é de todo ignorante, talvez devesse retiar as do que escrevi aquilo que há de positivo, é capaz?

    Gostar

  10. Não sou capaz de extrair nada de positivo do que escreveu, com certeza que não. Além disso, é energúmeno em si pensar que o facto de serem milhares redime a gente, ou a impossibilita de ser imbecil. Essa maneira de pensar é,inclusive, muito perigosa e tem dado azo a tremendas manipulações de massas. É um argumento em si imbecil e típico de que quem não leu grande coisa: – não houve atrocidade monumental em toda a História que não tivesse colhido antes estrondoso apoio popular. Mas, segundo este senhor, se são “milhares”, não podem ser energúmenos…. É frequente ouvir o argumento da “maioria” por parte de benfiquistas, para justificar tudo o que roça o seu universo.

    Dou-lhe um exemplo crasso da estupidez que está a dizer, de entre outros tantos possíveis: Hitler foi eleito por milhões de alemães, em eleições livres. É ignorante adjectivar esses milhões como energúmenos? Semelhante classificação não só não tem nada de “ignorante”, como peca por defeito.

    Quanto ao facto de gostar dos espectáculos que dão na Luz, em especial o do pobre bicho que executa o triste número de espicaçar os tais miúdos que ensangrentam o símbolo do Benfica, não lhe posso dizer nada, a não ser que engrossa as fileiras dos que possuem um péssimo gosto e são broncos, ao ponto de extraírem prazer de tão degradante espectáculo.

    E não sei como pode ser tão hipócrita e escrever uma enormidade como “O facto de julgar a existência (nota: EXISTÊNCIA? ninguém condena a EXISTÊNCIA da pobre águia. Pelo contrário! Já a sua EXPLORAÇÃO…) de uma àguia real da califórnia com 10 anos de idade (nota: só as águias com menos de 10 anos de idade merecem respeito e protecção?) como um espectáculo degradante, talvez devessemos fechar os zoos todos (nota: que o Benfica era um Zoo, já eu sabia há muito tempo) e circos (NOTA: ver nota anterior) deste mundo porque muitos animais às vezes estão mais protegidos em contacto com certos humanos do que à mercê de outros (NOTA: duvido que uma bactéria possa ser feliz em contacto com um indivíduo como o Barbas, quanto mais uma águia real). “

    Exacto. Acho curioso que invoque, da maneira que o faz, os circos, muito comentados ultimamente pela exploração do sofrimento animal. Deve ter sido um lapso da sua parte. Hoje aprendi que o Benfica, com a sua abertura circense para gáudio de hordas histéricas, executa, afinal, um nobre gesto de conservação da biodiversidade. Espanta-me até onde pode chegar o cinismo da gente, mas o outro já dizia que vivemos na mais cínica das épocas. Tinha razão.

    Gostar

  11. “Concerteza qe também acha a existência da fundação, o projecto Benfica faz bem (contacto dos jogadores com miudos nas escolas), a doação de sangue entre outras actividades como espectáculos bárbaros só porque são do Benfica.”

    Macacos me mordam! Quem tem isto que ver com o espectáculo, com a espécie protegida? Porra, quero lá saber da filantropia benfiquista. Só disse que o uso do bicho era degradante e, pelo menos, muito pouco civilizado guinchar no estádio perante semelhante coisa. Já viu se o Sporting soltasse um leão que fosse devorar uns pernis, em cima do símbolo do clube? Ou vai-me dizer que a águia é mais insignificante, porque é mais pequenina?

    Quanto à fundação, tenho a dizer-lhe que é óptima para não se pagarem impostos. Devia informar-se sobre o enquadramento jurídico de uma fundação.

    Gostar

  12. Carissimo André Pinto

    Há várias categorias de pessoas no que respeita a cultura geral:

    Os calhaus
    Os que sabem um pouco de tudo mas nada aprofundado
    Os que dominam algumas àreas a fundo pela vida profissional ou pura paixão
    Os expoentes máximos da eloquência e do sabor que são raros

    E depois há aqueles que gostando de determinados temas (eu também gosto muito de história da II guerra e já tive o privilégio de visitar Auschwitz) mandam uma posta de pescada para dar um bocado de brilho ao discurso mas não se documentam ou esquecem-se do que leram ou ouviram. Neste caso a transcrição abaixo é capaz de lhe dar uma ideia do que é a sua maioria e maiora da história que não mente.

    Mas nem o próprio Hitler nem o seu partido obtiveram alguma vez uma maioria absoluta. Nas últimas eleições livres, os nazis obtiveram 33% dos votos, obtendo 196 lugares num total de 584. Mesmo nas eleições de Março de 1933, que tiveram lugar após o terror e violência terem varrido o Estado, os nazis obtiveram 44% dos votos. O partido obteve o controle de uma maioria de lugares no Reichstag através de uma coligação formal com o DNVP. No fim, os votos adicionais necessários para propugnar a lei de aprovação do governo – que deu a Hitler a autoridade ditatorial – foram assegurados pelos nazistas pela expulsão de deputados comunistas e da intimidação de ministros dos partidos do centro. Numa série de decretos que se seguiram pouco depois, outros partidos foram suprimidos e toda a oposição foi proibida. Em poucos meses, Hitler tinha adquirido o controle autoritário do país e enterrou definitivamente os últimos vestígios de democracia.

    Nota: Não vou manter o registo das comparações II guerra, Bósnia, Iraque, Sudão ou Inquisição porque este blog trata de assuntos menos sério o futebol de que tanto gostamos. Peço desculpa ao criador do blog se invadi este espaço com assuntos fora do objectivo a que supostamente se destina.

    Gostar

  13. Caro André Pinto

    Agora só para terminar e falando do assunto em concreto se é barbaro brincar uma aguia real (disse 10 anos a titulo informativo como outras coisas também o foram não se exalte por coisas sem jeito), o que podemos dizer de um discurso incendiário de anos e anos contra os inimigos reais e muitos moinhos de vento. Um discurso também para massas (mais pequenas mas massas) com o objectivo de intimidar e criar situações como as que todos conhecemos? Mas como disse há pouco ninguém está de mãos limpas neste processo de décadas.

    E agora drigido ao Porto clube uma simples opinioão: neste momento há duas correntes sucessoras PC: existe a corrente modernista quer projectar a imagem do clube de uma forma mais alargada lutando, isso sim, contra uma certa macrocefalia deste pais mas com um discurso pela positiva e denunciador se necessário. Existe a corrente clássica que mantem quase tudo como está. a missão não é facil caros portistas porque o clube confunde se com a imagem do seu dirigente mas vai fazer parte do processo de crescimento do proprio Porto clube. Rivalidades à parte (que sem picardias isto não tem piada) é fundamental antecipar este processo porque já ganharam tudo o que havia para ganhar e outras batalhas se avizinham.

    Quanto às fundações só lhe digo isto; antes fugirem mais ao impostos mas fomentarem acções de filantropia do que não fazerem nada, porque muitos governos demitiram se em muito dessas funções há muito.

    Gostar

  14. Relativamente a idoneidade e imagem polida diga me uma coisa desde quando o seu clube que teve uma ex prostitutas dos bares do Reinaldo Teles (Pérola Negra foi o inicio da ascensão se sabe) pode vir falar de desgraçados como Máximo e Barbas que o maior crime que cometeram, pela sua óptica, é existirem?

    Ainda vem vocêfalar em Porto e aristocracia? Usando as suas palavras uma ombecilidade não acha conotar o seu clube com principios elitistas? Só quem não vive no Porto é que não sabe. De um salto ao bairro do aleixo é só cartões de sócio dos sd entre outros sitios.

    É verdade tem toda a razão vivemos numa época de cinismo! Mas isto aplica se a tanta coisa. Dantes muito se selava com um aperto de mão e a palavra era sagrada, por isso é que um certo romantismo do futebol se apagou, mercantilizou-se ainda conservando muito por culpa dos seus adeptos (lá está a tal mistica que atrai investimento- no business like show business),

    Gostar

  15. Para que conste:

    “Nas últimas eleições livres, os nazis obtiveram 33% dos votos, obtendo 196 lugares num total de 584.”

    Caro Ulisses, vai-me citar onde disse eu que teve a maioria absoluta. Nunca disse que teve a maioria ABSOLUTA. Disse que “Hitler foi eleito por milhões de alemães, em eleições livres.” É mentira? Faço-lhe outra pergunta: sabe a quantas pessoas corresponde 33% da população alemã na altura dessas eleições? Dou-lhe uma pista: – muita, mesmo muita gente. Aí para os milhões. A relevância do argumento mantém-se. Não é o facto de se ter uma maioria, ou muita gente metida num estádio, que valida o que lá se faz, ou esconde que essa massa de gente se compõe de imbecis.

    Há outro preconceito que só posso atribuir ao prejuízo da ignorância do Ulisses. Sabe a origem da palavra “elitista”? Sabe o que quer dizer “elite”? Vá lá ver ao dicionário, faça copy/paste e depois diga-me onde está a característica hedionda de “elitista”. Actualmente, não há coisa mais burguesa e comportamento de casta do que fazer a apologia da maioria, ainda que essa maioria seja medíocre. E, em alguns casos, criminosa É próprio de uma pseudo-elite chunga. Se ler um bocadinho mais, verá que o atraso de Portugal se deve a uma crise das elites. Não sou eu que o digo, mas toda uma lista enorme de pensadores, que começa em Antero e acaba em Barreto. É o óbvio ululante. E fica a saber que no FCP há lugar para toda a gente. Mas – Deos gratias! – é um clube que tem o condão de atrair o melhor. Devo penalizar-me em consciência por isso? Pelo contrário: – é motivo de orgulho e sinal de verdadeira grandeza.

    E outra coisa: os Super Dragões nada têm que ver com ser do FCP, ou com o perfil nobre do clube. Para lhe falar da infâmia que fazem com uma águia real antes dos jogos do Benfica, eu pus-me a falar dos assassinos NN Boys, responsáveis por uma morte em plena final da Taça de Oeiras? Pois. Não falei. Porque, ao contrário do Ulisses, eu não confundo as coisas. No fundo, o benfiquista, é um ser confundido, e o Ulisses constituiu hoje um “case study”.

    Gostar

  16. Importante mesmo foi uma agressão que passou em claro no jogo do benfas. Mais uma vez o Xavi Garcia distribuiu porrada sem levar cartão. Já na Sexta os lagartos distribuiram fruta pelos joagores do braga que não foi brinquedo. É isto que não gosto. Será que o Xavi vai levar algum castigo à posteriori? Ou os vídeos vão avariar, desaparecer? Nós já sabemos o que vai suceder.

    Gostar

  17. André Pinto

    “Case study”,o rapaz já se recorre de estrangeirismos para polir mais um bocado a sua conversa pseudo intelectual. Tenha calma já percebi que voce não é mais um dos broncos do bairro do aleixo/sé/emplastro/gang da ribeira etc etc. Elites podem ser culturais, económicas etc e serem vistas de várias maneiras dependendo da história e de quem a viveu. Não venha para aqui filosofar e aconselhar me ao que quer que seja. Viaje e vá conhecer o mundo a sério.

    Escusa de andar a ditar sentenças porque uma coisa acho que você não percebeu tão deslumbrado anda com a sua conversa de algibeira: estamos na net e você não faz a minima ideia de quem eu seja porque secalhar já vivi muito mais que você e provavelmente vivi uma ditadura que você não viveu, portanto limpe as fraldas e arrume os cadernos teóricos da faculdade para não cagar mais postas de pescada do palanque.Quando falar de segunda guerra e maioria faça questão de separar o trigo do joio (Untergang, Rise of Evil, são bons filmes para quem não pode conhecer a verdadeira Alemanha pré guerra e pós guerra mas há mais)

    Esse seu discurso benzoca de menino da linha versão ribeira misturado com um sentimento regionalista ridiculo tão tipico do seu presidente não cola aqui nem em lado nenhum.

    Em relação às claques estamos conversados é quase tudo a mesma merda.

    Em relação Às multidões elas são a essencia do futebol e se olhar para os grande clássicos da Europa e América do Sul percebe porquê. Por muito que tente politizar o futebol ainda há diferenças para a politica. Se lhe fazem confusão as multidões abra um campo de golfe ou dedique-se à pesca.

    Norte e Sul talvez seja o reavivar da guerra da secessão com a diferença de que a sua nação resume se ao bairro em redor do estádio do dragão, acorde do sonho e das conversas provincianas complexadas com estádio de oeiras e mouros. Quando sair de lá o seu presidente não está a imaginar o V Baia com esse discurso (ele até já foi benfiquista portanto pode ser que ajude)

    Gostar

  18. …oh meus amorezinhos, janotas, encantadores, deslumbrantes e cobiçantes poartistas, quando é que deixais de ter como aspo o mais que centenário, nacional, plurirracial, eclético, querido, amado, adorado, apoiado e mundialmente comparticipado maior Clube desportivo do mundo e arredores, de sua graça bem fica!

    porque não discutis antes futebol, jogadas, golos, jogadores?… não vos alimenta as almas ( se as tendes?…), sequiosas de briga, engulho, náuseas?!…

    é que, nauseada fica , quem como eu, sem querer, se atola neste laivo de postadas onde não há um único que deixe de se referir a esse vosso tormento constante!….

    ao menos falai de gajas,boas, como eu;
    boa mas não vos liga!
    ..e chamais a isto “pobo do norte”!

    eu, que sou do Norte, Mulher e boa, neste “pobo” não me vejo! Portanto, haveis que pedir-me desculpa…

    Joana

    Gostar

  19. Não querendo de todo intrometer-me na “linha editorial” deste blog, pergunto…
    Não seria hora de fazermos uma introspecção ao nosso clube e analisarmos os evidentes sinais de fadiga desta administração?

    Senão vejamos:

    – O modelo de gestão para o futebol parece-me gasto e demasiadamente perigoso e despesista para a conjuntura financeira do clube(Sad) e do próprio país.
    Tal modelo, ditou o afastamento daquele que era para mim o mais impecável membro daquela administração, Fernando Gomes.

    – A constante utilizacao das mesmas ferramentas bélicas que usamos nos anos oitenta contra o poder instalado e que nesta altura me parecem obsoletas e descontextualizadas.

    – Que mais terá Pinto da Costa e a sua administração para acrescentar ao nosso clube?
    Depois de um mandato que o tornou no maior símbolo do nosso clube pela tenacidade, astucia e combatividade com que lutou, contra tudo e contra todos para que o FCPorto dispusesse das mesmas armas que as meninas de Lisboa na luta pelo titulo, não terá chegado o momento de avançarmos para o patamar seguinte, da estabilização como grande clube europeu e deixar-mo-nos de cruzadas contra o benfica e a sua legião de paus mandados?

    Não quero com isto que pensem que resolvi questionar fosse o que fosse em relação ao actual momento do FCPorto mas penso que seria um post interessante de discutir.

    Gostar

  20. Joana, preciosa donzela, fina flor do entulho, porque vos dignais então em nos facultar a vossa singela e porca presença se neste Pobo não vos vides?
    Do Norte vos dizeis. Ousarei eu contestar tal afirmação? Não, pois boa vos dizeis. Boa Porca, acrescentaria este vosso escriba…
    Essa bafo que da vossa boca sai, serão renegados restos do prazer lânguido de um SuperDragão?

    Gostar

  21. Pessoal, sinto informá-los que vocês perderam um baita jogador. O Kléber é ótimo, tem muita garra e é muito querido por toda a nação cruzeirense. A China Azul ficou muito feliz ao saber que não perderíamos nosso GLADIADOR para o futebol europeu. Mas caso um dia ele vá para o BENFICA, podem ficar felizes, porque o homem joga muito e com certeza levará até vocês a mesma alegria que nos troxe e até hoje nos dá.
    Abraçoss

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s